A educação científica do campo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2440

Palavras-chave:

Educação do Campo, Educação Científica do Campo

Biografia do Autor

Josiane de Souza, Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSUL)

Formada em Licenciatura em Física pela UFRGS, possui mestrado e doutorado em Ensino de Física pela mesma Instituição. Docente do IFSUL - Campus Santana do Livramento. https://orcid.org/0000-0001-6652-2977

Referências

AULER, D. Articulação entre Pressupostos do Educador Paulo Freire e o Movimento CTS: Novos Caminhos para a Educação em Ciências, Contexto e Educação, ano 22, n. 77, p. 167- 188, Jan/Jun, 2007.

BAKHTIN, M. M. (VOLOSHÍNOV, V. N.) Marxismo e filosofia da linguagem, 13ª Edição, São Paulo, Hucitec, 2009.

BAKHTIN, M. M. Estética da criação verbal, 6ª Edição, São Paulo, Editora WMF Martins Fontes, 2011.

BAKHTIN, M. M. Teoria do romance I: A estilística, 1ª Edição, São Paulo, Editora 34, 2015.

BRASIL, Lei nº 5692 de 11 de Agosto de 1971. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l5692.htm, acessado em 20 de Setembro de 2020 às 00:45h.

BRASIL, Lei 9394 de 20 de Dezembro de 1996 – Lei de Diretrizes e Bases. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm, acessado em 25 de Agosto de 2017 às 03:40h.

CALDART, R.S. Educação do Campo. In CALDART, R.S., PEREIRA, I.B., ALENTEJANO, P. e FRIGOTTO, G. Dicionário da Educação do Campo, Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012.

CONTRERAS, J. A autonomia do professor. 2ª Edição, São Paulo: Cortez, 2012.

FERNANDES, B.M. A relação e interação cidade-campo. In ARROYO, M.G.; FERNANDES, B.M. Por uma educação básica do campo: A Educação Básica e o Movimento Social do Campo, Brasília, DF: Articulação Nacional Por uma Educação Básica do Campo, 1999.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 4ª Edição, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

KRASILCHIK, M. Reformas e Realidade o caso do ensino das ciências. São Paulo em Perspectiva, v. 14, n. 1, p. 85-93, 2000.

LACEY, H. Valores e Atividade Científica.1ª Edição, São Paulo: Discurso Editorial, 1998.

LACEY, H. As formas nas quais as ciências são e não são livres de valores. Anais do 11º Congresso Internacional de Lógica, Metodologia e Filosofia da Ciência, Cracóvia, 1999. Tradução de Marcos Rodrigues da Silva, 2000.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência- Tecnologia – Sociedade) no contexto da educação brasileira, Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências, v. 2, n. 2, p. 1 -23, dezembro, 2002.

SANTOS, B. S. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social, 1ª Edição, São Paulo: Boitempo, 2007.

SANTOS, B. S. Para Além do Pensamento Abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes In: SANTOS, B. S e MENESES, M. P. (Orgs.), Epistemologias do Sul. Coimbra: Edições Almedina, 2009.

SOUZA, J. Uma proposta de educação científica para a formação do docente do campo. Tese de Doutorado, Instituto de Física, UFRGS, 2020.

VENDRAMINI, C. R. Os desafios do MST e da educação na atualidade brasileira. Perspectiva, v. 31, n. 2, 2013.

Downloads

Publicado

2021-06-25

Como Citar

de Souza, J. (2021). A educação científica do campo. Revista Educar Mais, 5(4), 709-713. https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2440

Edição

Seção

Editorial