Revista Educar Mais https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais <p>A <em><strong>Revista Educar Mais</strong></em> é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias na Educação (PPGCITED) do CaVG/IFSul em parceria com os programas de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) da UNIPAMPA e em Educação da Univille. A gestão editorial da Revista é executada pela Equipe do PPGCITED/CaVG/IFSul.</p> <p>Tem como objetivo divulgar a pesquisa científica, artigos de revisão e resenhas das áreas de Ensino e Educação da CAPES.</p> <p>A gestão editorial é automatizada por meio do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) customizado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT). A avaliação é dupla cega pelos pares (double blind peer review).</p> <p>A revista adota o sistema editorial com <strong>fluxo contínuo</strong>. A edição do ano corrente permanecerá aberta (In progress) e, à medida que os artigos forem aceitos e diagramados, serão inseridos na edição. Com isso, o fluxo de artigos será acelerado, aumentando o tempo de exposição do material que dará maior visibilidade a revista e aos trabalhos publicados por meio de citações.</p> <p><em>A revista não cobra nenhum tipo de taxa, seja para processamento, para autores ou para leitores.</em></p> <p>ISSN<strong> 2237–9185</strong> (<em>online</em>)</p> CaVG/IFSul pt-BR Revista Educar Mais 2237-9185 <p>DECLARAÇÃO DE RESPONSABILIDADE: Certifico que participei da concepção do trabalho, em parte ou na íntegra, que não omiti quaisquer ligações ou acordos de financiamento entre os autores e companhias que possam ter interesse na publicação desse artigo. Certifico que o texto é original e que o trabalho, em parte ou na íntegra, ou qualquer outro trabalho com conteúdo substancialmente similar, de minha autoria, não foi enviado a outra revista e não o será enquanto sua publicação estiver sendo considerada pela Revista Educar Mais, quer seja no formato impresso ou no eletrônico.</p> <p>O autor responsável pela submissão representa todos os autores do trabalho e, ao enviar o artigo para a revista, está garantindo que tem a permissão de todos para fazê-lo. Da mesma forma, assegura que o artigo não viola direitos autorais e que não há plágio no trabalho. A revista não se responsabiliza pelas opiniões emitidas.</p> <p>A Revista Educar Mais é de acesso aberto (Open Access), sem que haja a necessidade de pagamentos de taxas, seja para submissão ou processamento dos artigos. A revista adota a definição da <em>Budapest Open Access Initiative (BOAI)</em>, ou seja, <strong>os usuários possuem o direito de ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, buscar e fazer links diretos para os textos completos dos artigos nela publicados.</strong></p> <p>Todos os artigos são publicados com a licença <a title="Creative Commons" href="https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/" target="_blank" rel="noopener">Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional</a>. Os autores mantém os direitos autorais sobre suas produções, devendo ser contatados diretamente se houver interesse em uso comercial dos trabalhos.</p> Formação continuada de professores da rede básica de ensino de municípios da região da campanha e fronteira oeste/RS https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/2971 <p class="XIEPEF-resumodoartigo" style="margin-bottom: 12.0pt; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 11.0pt; font-family: 'Times New Roman',serif;">Neste texto apresenta-se uma pesquisa sobre a temática Formação Continuada de Professores e tem como pergunta de pesquisa: Como foi ofertada a formação continuada dos professores em alguns municípios da região da Campanha, Fronteira Oeste e um município limítrofe de Caçapava do Sul, RS nos últimos 5 anos? Tem-se por objetivo realizar estudo sistemático sobre as jornadas de formação continuada durante o período de 2017 a 2021, destacando se ocorreu formação específica para cada área do conhecimento e, em especial, em Ciências da Natureza. A investigação foi realizada pela interpretação de um questionário composto por questões de múltipla escolha e questões descritivas que foi enviado aos professores. A análise foi feita de forma quanti-qualitativa a partir dos dados apurados e das categorias <em>a priori</em>. Pelo levantamento dos dados foi possível perceber que aconteceu pouca formação específica para cada área do conhecimento, sendo este um desafio para as Secretarias de Educação, pois os professores alegaram que as formações não estavam de acordo com suas expectativas. </span></p> Rosimere Machado dos Santos Mara Elisângela Jappe Goi Copyright (c) 2022 Rosimere Machado dos Santos, Mara Elisângela Jappe Goi https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-02 2023-01-02 7 1 20 10.15536/reducarmais.7.2023.2971 Inclusão escolar de pessoas com deficiência intelectual causada por síndrome rara: uma revisão bibliográfica sistemática https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/2982 <p>Este estudo objetivou trazer à tona um panorama das pesquisas desenvolvidas com foco analítico nos processos de inclusão escolar de pessoas com deficiência intelectual causada por síndrome rara. Para tanto, foram cartografados estudos desenvolvidos no Brasil na área da educação e, para que esse objetivo fosse alcançado, foi realizada uma revisão bibliográfica sistemática, que consistiu em buscas no Catálogo de Teses e Dissertações da Capes, na Revista Educação Especial da Universidade Federal de Santa Maria e na Revista Brasileira de Educação Especial, no período de 2011 a 2021. Esse processo resultou, após análise dos critérios de inclusão e de exclusão, na seleção de 10 estudos. Como resultados, salienta-se a premência da realização de mais estudos voltados para a inclusão escolar de pessoas com deficiência intelectual causada por síndromes raras, pois grande parte dos estudos encontrados são da área médica. Nesse sentido, advoga-se que a educação precisa envidar mais esforços para endossar a produção bibliográfica acerca desses sujeitos que estão na escola comum e necessitam de práticas pedagógicas adaptadas às suas especificidades.</p> Valdete Teles Xavier Soares Michell Pedruzzi Mendes Araújo Copyright (c) 2022 Valdete Teles Xavier Soares, Michell Pedruzzi Mendes Araújo https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-02 2023-01-02 7 21 33 10.15536/reducarmais.7.2023.2982 O sujeito complexo e a vontade: religações ecosóficas https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/2987 <p><em>Nesta pesquisa transmetódica cumprimos o objetivo complexo: analisar o sujeito complexo e a vontade como necessidades ecosóficas urgentes. Trata-se de uma investigação transparadigmática complexa, nas linhas de pesquisa: transepistemologias do conhecimento-conhecimento e transmetodologias transcomplexas, e decolonialidade-complexidade planetária em religação. É uma antigenealogia das indagações modernistas-pós-modernistas-coloniais com o transmétodo: hermenêutica compreensiva, ecosófica e diatópica entrelaçada rizomaticamente em momentos analíticos, empíricos e proposicionais. As Sagradas Escrituras e o legado de cristãos como Raimón Panikkar fazem a cena nos momentos analítico-empíricos; entre outros como seu prosélito complexo Edgar Morín.</em></p> Milagros Elena Rodriguez Copyright (c) 2022 Milagros Elena Rodriguez https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-02 2023-01-02 7 34 47 10.15536/reducarmais.7.2023.2987 Barreiras psicossociais para a paz no cidadão comum de Pereira – Colômbia https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3023 <p><em>Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo exploratória, de abordagem hermenêutica, abordada sob o método da análise crítica do discurso. O estudo visa compreender as barreiras psicossociais, ou seja, os sentidos e significados concorrentes nas narrativas sobre o conflito, os processos de paz e o plebiscito em 10 pessoas comuns, ou "cidadãos comuns" residentes na cidade de Pereira - Colômbia. Para isso, foi realizada uma entrevista em profundidade e nela constatou-se que as barreiras ou impedimentos se configuram por meio de opiniões, legados, crenças, sentidos e emoções cujo substrato é político e educacional, razão pela qual estão presentes nos discursos transmitida de forma geracional. O anterior determina a tomada de decisões e as orientações políticas, ao mesmo tempo que constitui o aporte de legados educativos com os quais se compreende a guerra, a violência, a paz e a possibilidade de superação do conflito. Da mesma forma, persistem pensamentos ambivalentes resultantes da manipulação da informação mediática, da permanente ideologização, da polarização e da apatia face à guerra, às suas sequelas e à linearidade. As emoções envolvidas refletem o cansaço e a desilusão com a governação e as instituições do Estado, mas também a necessidade de transformar os sistemas políticos e sociais em prol do bem-estar coletivo e da superação da guerra e da barbárie, aspeto que exige uma urgente renovação pedagógica e social.</em></p> José Alonso Andrade Salazar Yeraldi Marcela Arango Aria Yamith Yurani Caicedo Salverry Ingrid Silvana Pineda Pineda Copyright (c) 2022 José Alonso Andrade Salazar, Yeraldi Marcela Arango Aria, Yamith Yurani Caicedo Salverry, Ingrid Silvana Pineda Pineda https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-02 2023-01-02 7 48 62 10.15536/reducarmais.7.2023.3023 Mulheres egressas da EJA em cursos de licenciatura no litoral norte gaúcho https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/2986 <p class="Thema-Resumo2" style="line-height: 110%; margin: 0cm 1.15pt 8.0pt .3pt;"><span style="color: windowtext;">Este estudo visa problematizar saber quem são e quais expectativas apresentam duas mulheres egressas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que frequentaram cursos de licenciatura nas Instituições de Ensino Superior (IES) públicas no Litoral Norte do Rio Grande do Sul (RS). Frente ao questionamento, os objetivos específicos foram compreender de que forma a EJA contribuiu para que elas chegassem ao Ensino Superior, conhecer quais eram suas expectativas quando estavam na EJA olhando para o Ensino Superior, perceber os motivos pelos quais optaram pela licenciatura, verificar como se sentem e se percebem nesse contexto na IES e saber que expectativas futuras possuem. A metodologia mediante pesquisa de abordagem qualitativa, bibliográfica, com pesquisa de campo, tendo como instrumento de produção de dados, um questionário. A análise dos dados produzidos teve por orientação a Análise de Conteúdo proposta por Bardin (2016) que permitiu a categorização por eixos. Como principais resultados, destaca-se que a EJA contribuiu significativamente, tanto para o ingresso como para a permanência de ambas nas licenciaturas que efetivam. Através de seus relatos, foi possível compreender o quanto as políticas públicas de acesso e permanência no Ensino Superior foram importantes para lhes conceder as oportunidades necessárias para vencerem os desafios e seguirem sua formação profissional. Destaca-se ainda, que na base de suas expectativas se configura o engajamento e a militância de uma docência com compromisso com outras mulheres e homens que precisam concluir a Educação Básica.</span></p> Maria Ivanete Silva Correa Kelly Cristina Rodrigues Gularte Sita Mara Lopes Sant' Anna Copyright (c) 2022 Maria Ivanete Silva Correa, Sita Mara Lopes Sant' Anna, Kelly Cristina Rodrigues Gularte https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-02 2023-01-02 7 63 81 10.15536/reducarmais.7.2023.2986 Condições de acesso às TDIC e à internet em escolas da rede pública do Estado do RS https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3071 <p>O artigo apresenta compreensões sobre as condições de acesso a internet e as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) na visão dos professores da área de Ciências da Natureza do Estado do Rio Grande do Sul. A partir de um estudo de diagnóstico, de abordagem qualitativa e quantitativa, coletou-se ao longo do primeiro semestre de 2022 as percepções de 35 professores da rede pública do RS em relação a possíveis modificações das condições de acesso TDIC e a internet no contexto escolar/rede de ensino durante a pandemia. Os resultados indicam uma ampliação da disponibilização de acesso a web e as plataformas digitais na escola a partir do momento Pandêmico. Aponta-se também que ainda existem limitações no contexto educativo, como: a falta de qualidade da rede wifi; o não acesso dos estudantes na plataforma; a não disponibilização de programas e softwares aos professores; falta de formação na escola dos estudantes e professores com enfoque no uso adequado das TDIC em atividades de ensino e da aprendizagem.</p> Valmir Heckler Hebert Elias Lobo Sosa Isabel Rocha Bacelo Adriana Silva de Souza Edilson da Silva Torma Copyright (c) 2022 Valmir Heckler, Hebert Elias Lobo Sosa, Isabel Rocha Bacelo, Adriana Silva de Souza, Edilson da Silva Torma https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-02 2023-01-02 7 82 94 10.15536/reducarmais.7.2023.3071 O conceito de entropia e sua relação com o processo econômico: implicações ao Ensino de Física https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3076 <p class="Thema-Resumo2" style="line-height: 110%; margin: 0cm 1.15pt 8.0pt .3pt;"><span style="color: windowtext;">Este ensaio teórico trata de implicações ao ensino de física acerca das relações entre as leis da termodinâmica, o processo econômico e questões ambientais, na perspectiva de Nicholas Georgescu-Roegen (G-R). Tem-se como pressuposto que o desejo humano de domínio da natureza teve como foco o acúmulo de conhecimento e o de capital, na transformação da ciência em valor econômico. Os efeitos desse processo exigem a necessária reflexão sobre os limites impostos pela própria natureza, em termos energéticos e de recursos materiais. Assim, é urgente pensar um ensino de ciências que vise a globalidade e a compreensão das multidimensões dos fenômenos naturais e sociais e que busque problematizar as implicações da ciência e da tecnologia na sociedade e na salvaguarda ambiental. </span></p> Ana Paula Grimes de Souza Iara Maitê Campestrini Binder Renata Feuser Silveira Copyright (c) 2022 Ana Paula Grimes de Souza, Iara Maitê Campestrini Binder, Renata Feuser Silveira https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-02 2023-01-02 7 95 107 10.15536/reducarmais.7.2023.3076 O Cruzeiro do Sul na sala de aula https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3038 <p class="XIEPEF-cincopalavraschave-portuguesingls" style="margin-bottom: 18.0pt; text-align: justify; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 11.0pt; font-family: 'Times New Roman',serif;">Buscando entender o cenário da Astronomia Cultural ao longo do Ensino Fundamental, no município de Bagé, conforme preconiza a BNCC, construímos um material de apoio ao professor, um curso de formação continuada e dois questionários de avaliação. Em um primeiro momento coletamos dados que ajudaram a entender a percepção prévia da temática, passando pela apresentação do material de apoio e encerrando com o segundo questionário que procura encontrar qual é a nova percepção da Astronomia Cultural entre os participantes. Embora os participantes vejam a Astronomia Cultural como um tema que é importante para ser apresentado aos alunos, eles não possuem contato com a temática ou materiais que possam auxiliar ao trabalhar com a área de estudo, o que dificulta a implementação do tema em sala de aula. </span></p> Andressa Melo Jacques Guilherme Frederico Marranghello Copyright (c) 2022 Andressa Melo Jacques, Guilherme Frederico Marranghello https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-02 2023-01-02 7 108 123 10.15536/reducarmais.7.2023.3038 Olhares sobre o ensino de Entomologia durante a pandemia de covid-19 no Rio Grande do Sul, Brasil https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3080 <p>A mudança dos métodos de ensino presencial para o ensino remoto desde o início da pandemia de Covid-19 exigiu, no campo da educação, a adaptação repentina da comunidade acadêmica à garantia da continuidade do Ensino Superior. A entomologia é a ciência que estuda os insetos, sendo um componente majoritariamente prático. Logo, as disciplinas que englobam esta ciência, normalmente, exigem a montagem e entrega de uma coleção de insetos pelos alunos, e os conteúdos curriculares contemplam aulas práticas de laboratório em que se analisam espécimes com auxílio de microscópios, lupas e chaves dicotômicas. Diante do cenário imposto pela pandemia, as aulas práticas de laboratório ficaram impossibilitadas de serem ministradas por parte dos professores de entomologia, que tiveram que se adaptar para garantir atividades pedagógicas à promoção da aprendizagem durante o ensino remoto emergencial (ERE). Desta forma, este estudo objetivou analisar a prática docente dos professores de entomologia durante a pandemia de Covid-19 no estado do Rio Grande do Sul (RS), Brasil. Para a realização deste estudo, foi aplicado um formulário do Google, transformado em uma base de dados anonimizada, considerando a prática docente de março de 2020 até maio-julho de 2022. Foi questionada a formação docente antes da pandemia; descrita a relação entre Instituição de Ensino Superior (IES) e o docente; o suporte e a capacitação durante o ERE; a cátedra docente, e as adaptações mandatórias que afetaram os professores de entomologia. Os resultados obtidos com a pesquisa mostraram que os professores enfrentaram dificuldades e obstáculos específicos, devido à própria formação e a habitual necessidade das aulas práticas de entomologia em laboratório, com isso, os docentes tiveram que passar pelo processo de aprendizagem frente às diferentes infraestruturas tecnológicas. Os professores conseguiram atingir os objetivos didáticos/pedagógicos propostos, fazendo com que os seus alunos continuassem as suas graduações em meio a pandemia. Por conseguinte, estudo revelou a falta da disponibilidade de instrumentos de trabalho (computadores, câmeras e estúdios) e de apoio financeiro das IESs para trabalho em “home office” dos docentes. Até o momento ainda não existem tecnologias que viabilizem as aulas práticas de laboratório por meio remoto. Por fim, ficou evidente que as aulas teóricas remotas têm a sua qualidade regulada pela participação e interesse dos alunos, em síntese essa situação serviu para que as IESs desenvolvam protocolos para problemas complexos futuros.</p> Carlos Diego Ribeiro dos Santos Fernanda Kokowicz Pilatti Josué Sant’Ana Jonny Alex Guimarães Copyright (c) 2023 Carlos Diego Ribeiro dos Santos, Fernanda Kokowicz Pilatti, Josué Sant’Ana, Jonny Alex Guimarães https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-04 2023-01-04 7 124 143 10.15536/reducarmais.7.2023.3080 Educação não formal: uma revisão de literatura em periódicos científicos no portal da CAPES no período de 2012 a 2021 https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3085 <p>A pesquisa tem como tema a educação não formal e objetiva por meio da revisão de literatura, analisar o que se caracteriza por educação não formal e identificar os principais aspectos pertinentes ao tema a partir de publicações de artigos presentes no banco de dados Periódicos Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Trata-se de pesquisa bibliográfica de cunho qualitativo. Utilizou-se a análise de conteúdo, na qual busca técnicas que vão ao encontro de uma elaboração sistemática de descrições dos conteúdos a partir de categorias. Como principais resultados tem-se que a educação não formal visa o processo de aprendizagem política permeada por intencionalidades, sendo um processo sociopolítico perante a formação para a cidadania, autonomia e criticidade. Este campo se encontra em processo de expansão tornando, portanto, necessário maior aprofundamento sobre o tema, tendo em vista que a educação não formal se institui como um campo amplo de investigações. Conclui-se que estudos relacionados a processos de ensino-aprendizagens, elaboração de propostas pedagógicas, metodologias, dentre outros poderão contribuir com temáticas ainda pouco exploradas neste campo.</p> Isabela Cristina dos Santos Porto Ana Lucia Ferreira da Silva Copyright (c) 2023 Isabela Cristina dos Santos Porto, Ana Lucia Ferreira da Silva https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-24 2023-01-24 7 144 162 10.15536/reducarmais.7.2023.3085 O número de ouro na escolaridade básica: uma possível abordagem pela exploração dos eixos constitutivos dos números reais https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3093 <p class="XIEPEF-resumodoartigo" style="margin-bottom: 12.0pt; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 11.0pt; font-family: 'Times New Roman','serif';">Um número irracional de destaque – o número de ouro - é pouco explorado nos livros didáticos brasileiros e nos materiais curriculares nacionais mais recentes. Este texto objetivou realizar uma discussão epistemológica e didática envolvendo um possível desenvolvimento e significação do número de ouro no segmento da escolaridade básica. Para tal intento fizemos uso do aporte teórico denominado eixos constitutivos dos números reais, apontados em Machado (2009), o qual designa os pares discreto&amp;continuo, exato&amp;aproximado e finito&amp;infinito como polaridades que permitem situar e significar o conhecimento dos números irracionais na escolaridade básica. A análise epistemológica e didática revelou conexões do número de ouro com a sequência de Fibonacci e com as frações continuas simples, que permeiam uma apresentação articulando os eixos constitutivos dos números reais.</span></p> Wagner Marcelo Pommer Copyright (c) 2023 Wagner Marcelo Pommer https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-24 2023-01-24 7 163 175 10.15536/reducarmais.7.2023.3093 Um estudo sobre as propostas curriculares dos cursos de licenciatura e bacharelado de Educação Física em universidades públicas da região central, alto Jequitinhonha e norte de Minas Gerais https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3014 <p>Como as demais áreas de conhecimento, o currículo do curso de Educação Física, sofre e sofreu com as modificações sociais e culturais do seu entorno. Neste sentido, a resolução 058/2004, determinou que a Educação Física teria duas áreas de formação distintas, já se passando, portanto, 15 (quinze) anos dessa resolução. Neste sentido, esta pesquisa teve como objetivo analisar as propostas curriculares dos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física de cinco universidades públicas da Região Central, Alto Jequitinhonha e Norte do estado de Minas Gerais, com o intuito de apontar pontos congruentes e divergentes das propostas formativas para ambas as habilitações. Alcançamos este objetivo via pesquisa documental e concluímos que a fragmentação do curso não deve reduzir o conhecimento específico, e sim permitir o aprendizado amplo para possibilitar a escolha em um cenário vasto. Desta forma, acreditamos que a unificação seria o caminho mais coerente com a realidade vivenciada pelos(as) acadêmicos(as) e profissionais da área, já que encontramos nas matrizes curriculares analisadas diversas disciplinas obrigatórias semelhantes, o que refuta a ideia de fragmentação do curso.</p> Adrielle Barbosa Rodrigues Carla Chagas Ramalho Rafaela Vitória Gomes Cardoso Fernanda de Souza Cardoso Copyright (c) 2023 Adrielle Barbosa Rodrigues, Carla Chagas Ramalho, Rafaela Vitória Gomes Cardoso, Fernanda de Souza Cardoso https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-24 2023-01-24 7 176 189 10.15536/reducarmais.7.2023.3014 O cenário de pesquisas sobre Filosofia da Tecnologia no Ensino de Ciências por meio do estado da arte https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3088 <p>Nesta pesquisa tivermos como objetivo identificar o estado da arte em trabalhos acerca da Filosofia da Tecnologia no Ensino de Ciências. Utilizarmos para fundamentar as nossas ideias utilizarmos os apontamentos de Herbert Marcuse acerca da Filosofia da Tecnologia, especificamente sobre a sociedade unidimensional que utiliza a ideia de neutralidade da Ciência e da Tecnologia para perpetuar o sistema de dominação capitalista. Assim, elaboramos o estado da arte de publicações da área de Ensino de Ciências a fim de mapear as pesquisas publicados em periódicos-Qualis de A1 a B2 na classificação de 2016 e também no banco de teses e dissertações da Capes, além de eventos científicos. Identificarmos apenas 6 trabalhos ao total que estão de acordo com os critérios de inclusão de inclusão. Com isso, observamos lacunas imensas de pesquisas que articulem a Filosofia da Tecnologia nos moldes marcuseano com o Ensino de Ciências. Dessa forma, reiteramos que é pertinente para a área de Ensino englobar tais discussões para consolidar a linha de Filosofia da Tecnologia que permite pensar a sociedade de forma mais crítica, buscando promover a emancipação humana.</p> Geilson Rodrigues da Silva Marcelo Carbone Carneiro Copyright (c) 2023 Geilson Rodrigues da Silva, Marcelo Carbone Carneiro https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-27 2023-01-27 7 190 201 10.15536/reducarmais.7.2023.3088 Integração das TDICs com a docência na educação profissional e tecnológica: uma revisão sistemática da literatura https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3020 <p>O presente artigo trata-se de uma revisão sistemática da literatura, cujo objetivo é discutir sobre a integração das TDICs na Educação Profissional e Tecnológica. Para tanto, realizou-se uma análise bibliográfica nas publicações científicas presentes nas bibliotecas digitais GOOGLE ACADÊMICO, periódicos das CAPES, <em>Web of Science</em> e <em>Scopus</em>. Para realização da pesquisa, foram utilizadas as publicações dos anos de 2016 a 2021, nos idiomas português e inglês. Ao final, nove artigos foram selecionados para uma análise criteriosa. De acordo com os dados levantados, observou-se que a configuração das formações docentes necessita dialogar de maneira mais precisa com a dinâmica de sala de aula e com a utilização das tecnologias digitais. Em relação às novas práticas pedagógicas com a utilização das TDICs evidenciaram-se algumas estratégias que dialogam com a perspectiva de tornar o aluno mais atuante no processo de aprendizagem, porém ainda foi verificada uma certa restrição somente ao uso do computador e data <em>show</em>. Outro aspecto evidenciado no estudo é que os professores sentem dificuldades de utilizar as tecnologias digitais emergentes e que a utilização dos artefatos tecnológicos se limita à reprodução de conteúdos audiovisuais durante a condução de aulas expositivas.</p> Wênia Keila Lima de Sousa Robson Carlos Loureiro Priscila Barros David Copyright (c) 2023 Wênia Keila Lima de Sousa, Robson Carlos Loureiro, Priscila Barros David https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-28 2023-01-28 7 202 220 10.15536/reducarmais.7.2023.3020 Instrumentos de mensuração de qualidade para os cursos online: um estudo bibliográfico https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3087 <p>Este artigo tem como objetivo estudar as práticas aplicadas na análise de qualidade de cursos on-line. A pesquisa trata-se de um estudo bibliográfico que comparou trabalhos a fim de responder sobre os diferentes instrumentos de avaliação de qualidade, bem como os pontos mais relevantes considerados nessas análises. Como resultado, foram encontrados quatro diferentes modos de aplicação e uma quantidade vasta de fatores de relevância. Dentre esses fatores, destacam-se a qualidade de comunicação entre instrutor e aluno, a variedade de mídias utilizadas e o bom uso das tecnologias digitais de Educação a Distância. </p> Keviny Magalhães Queiroz Edgar Marçal de Barros Filho Raquel de Sousa Gondim Francisco Herbert Lima Vasconcelos Copyright (c) 2023 Keviny Magalhães Queiroz, Edgar Marçal de Barros Filho, Raquel de Sousa Gondim, Francisco Herbert Lima Vasconcelos https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-31 2023-01-31 7 221 232 10.15536/reducarmais.7.2023.3087 A formação continuada potencializadora do antirracismo: metodologias ativas uma atitude de insubordinação criativa https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3079 <p><span style="font-weight: 400;">O antirracismo é um movimento regulado pela Lei nº 10.639/03 no contexto da educação brasileira, todavia requer esforços para uma prática contínua e efetiva. O estudo versa sobre a necessidade de realizar cursos de formação continuada para potencializar essas ações. </span><span style="font-weight: 400;">O racismo é um crime silencioso, com uma tímida atenção no mês de novembro, nos espaços educacionais. </span><span style="font-weight: 400;">Aponta por objetivo geral identificar a necessidade de formação continuada para fins de efetivar o combate ao antirracismo nas escolas. Pretende </span><span style="font-weight: 400;">problematizar os mecanismos de sujeição e de silenciamentos presentes em práticas de antirracismo no contexto educacional.&nbsp; O artigo procura, além de refletir sobre a prática de mudez para com situações de racismo, analisar e propor práticas de formação docente pautadas por ações de insubordinação criativa. </span><span style="font-weight: 400;">Quanto ao método: é um estudo bibliográfico, do tipo descritivo-exploratório de abordagem qualitativa. </span><span style="font-weight: 400;">&nbsp;</span><span style="font-weight: 400;">O leitor vai encontrar elementos a se considerar no processo de educação continuada, a partir de uma metodologia ativa, conhecida por Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP).</span></p> Adriana Mello Almeida Martins Maria Simone Debacco Copyright (c) 2023 Adriana Mello Almeida Martins, Maria Simone Debacco https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-31 2023-01-31 7 233 241 10.15536/reducarmais.7.2023.3079 A experiência do professor alfabetizador: levantamento de produções acadêmicas https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/3083 <p>Este trabalho apresenta um levantamento bibliográfico das produções acadêmicas que tratam sobre o tema do professor alfabetizador entre os anos de 2010 a 2020, realizado nos bancos de dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) e Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa (ANPED), como parte da pesquisa de doutorado em desenvolvimento no Programa de Pós-Graduação da UNINOVE (PPGE), na linha de Pesquisa em Educação, Filosofia e Formação Humana (LIPEFH). A referida pesquisa, na busca de conhecer as experiências do professor alfabetizador nas escolas públicas municipais de São Paulo, orienta-se pelo referencial teórico do Pensamento Complexo de Edgar Morin. Utiliza como procedimento metodológico o levantamento de dados com o seguinte descritor: “professor alfabetizador”. Resulta em: 301 trabalhos no banco de dados da CAPES, 576 na BDTD e três na ANPED, que discorrem pelos temas da formação continuada de professores, das práticas pedagógicas e das políticas públicas aplicadas à alfabetização. Os trabalhos encontrados que privilegiaram a voz do professor alfabetizador, dentro de seus limites, ressaltam a importância de escutar o sujeito, porém, em sua grande maioria, com um direcionamento específico, impressões e resultados obtidos nas formações em serviço.</p> Noemi Tamar Américo de Souza Elaine Teresinha Dal Mas Dias Copyright (c) 2023 Noemi Tamar Américo de Souza, Elaine Teresinha Dal Mas Dias https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2023-01-31 2023-01-31 7 242 250 10.15536/reducarmais.7.2023.3083