Saberes e práticas sobre o corpo em movimento na Educação Infantil: perspectiva de professoras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2390

Palavras-chave:

corpo e movimento, Educação Infantil, Saberes e práticas

Resumo

Este trabalho tem por objetivo promover uma discussão e reflexão sobre o papel do corpo e movimento com e para as crianças da Educação Infantil e a sua importância para o desenvolvimento do pensamento reflexivo e autônomo das crianças, bem como identificar o conhecimento das professoras de um Centro de Educação Infantil do Município de Ji-Paraná/RO, sobre o “Corpo, Gestos e Movimentos” analisando as estratégias utilizadas para a realização das atividades. Para coleta dos dados utilizamos uma abordagem qualitativa. A pesquisa foi desenvolvida com sete professoras de um Centro Municipal de Educação Infantil da rede municipal de Ji-Paraná/RO. Realizou-se a análise dos dados partindo da articulação das informações obtidas com o referencial teórico que discutem a importância do movimento na Educação Infantil, Freire (1989, 2006), Garanhani (2008), Baecker (1996), Miranda (2008), entre outros. Como resultado, afirmamos que o movimento é de suma importância para o desenvolvimento integral da criança e deve ser considerado como parte essencial do planejamento do/a professor/a, uma vez que ele possibilita a aprendizagem em outras áreas do conhecimento.

Biografia do Autor

Dalila Maite Rosa Sena, Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Graduada em Pedagogia. Mestranda do Programa de Pós-graduação (Mestrado e Doutorado) Profissional em Educação Escolar (PPGEE/Prof) da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Pesquisadora no Grupo de Pesquisa em Educação na Amazônia - GPEA, Linha de Pesquisa Educação Infantil: Formação Docente e Práticas Pedagógicas.

João Guilherme Rodrigues Mendonça, Universidade Federal de Rondonia - UNIR

Educador Físico e Psicólogo. Doutor em Educação Escolar. Docente do Departamento de Educação
Física e do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar – Mestrado e Doutorado Profissional
(PPGEEProf) da Universidade Federal de Rondônia (UNIR).

 

Cláudia Regina Mota dos Santos, Universidade Federal de Rondonia - UNIR

Graduada em Letras-Português e Respectivas Literaturas. Mestranda do Programa de Pós-graduação (Mestrado e Doutorado) Profissional em Educação Escolar (PPGEE/Prof) da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Pesquisadora no Grupo de Pesquisa "Devir Amazônia: literatura, educação e interculturalidade, linha de pesquisa: Escola de Comunidade e Múltiplos Letramentos.

 

Referências

ARRIBAS, Teresa. L. e cols. Educação Infantil. Desenvolvimento, currículo e organização escolar. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

BAECKER, Ingrid Marianne (1996). Promovendo Identidade em Movimento Ensinar a escola primária brasileira, Universidade de Hamburgo. República Federal da Alemanha. (Tese de Doutorado - Tradução Autora).

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Secretária de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s). Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação; Câmara de Educação Básica. Resolução nº 5, de 17 de dezembro de 2009. Fixa as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília: MEC, 2009.

BRASIL, Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/Secretaria da Educação Básica, 2017.

CHATEAU, Jean. O Jogo e a Criança. São Paulo: Summus, 1987.

CLARA, Cristiane; FINCK, Silvia. A educação psicomotora e a prática pedagógica dos professores da educação infantil: interlocuções e discussões necessárias. IX ANPED SUL Seminário de pesquisa em educação da região sul: UEPG, 2012.

FIORENTIN, Sabrina. Corpo e corporeidade nas percepções e as práticas pedagógicas de professores da educação infantil especial: da visão mecanicista / reducionista à visão sistêmica / holística. Dissertação (Mestrado em Educação) -Universidade Tuiuti do Paraná – UTP, Curitiba: 2006.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: história das violências nas prisões. Rio de Janeiro: Vozes, 1987.

FREIRE, João. Batista. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física. São Paulo: Scipione, 2006.

GARANHANI, Marynelma Camargo. A Educação física na Educação infantil: uma proposta em construção. In: FILHO, N.F. A; SHNEIDER, O. (Org). Educação Física para a Educação Infantil conhecimentos e especificidades. Aracaju: Editora UFS, 2008.

GIL, Antônio. Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GONSALVES, Elisa. Pereira. Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. Campinas, SP: Alínea, 2001.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M.E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MELLO, Maria. Aparecida. A atividade mediadora nos processos colaborativos de educação continuada de professores: educação infantil e educação física. Tese de Doutorado, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos: 2001

MIRANDA, Made. Junior. Estudo dos aspectos ambientais, socioeconômicos e do desempenho motor de crianças residentes nas proximidades do Ribeirão Anicuns, Goiânia – GO. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Universidade Católica de Goiás, Goiânia: 2008.

RICHTER, Leonice Matilde. Movimento corporal da criança na educação infantil: expressão, comunicação e interação. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Uberlândia - UFU, Uberlândia: 2006.

Downloads

Publicado

2021-06-25

Como Citar

Rosa Sena, D. M., Rodrigues Mendonça, J. G., & Mota dos Santos, C. R. (2021). Saberes e práticas sobre o corpo em movimento na Educação Infantil: perspectiva de professoras. Revista Educar Mais, 5(4), 731-743. https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2390

Edição

Seção

Artigos