Análise de 4 sessões apresentadas no planetário da UNIPAMPA: Alfabetização Científica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.4.2020.1886

Palavras-chave:

Educação Científica, Representações da Ciência e Tecnologia, Centros e Museus de Ciência.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo avaliar a possível contribuição de quatro sessões de planetário para o processo de alfabetização científica. Para desenvolver esta análise, adaptamos e utilizamos os indicadores de alfabetização científica, inicialmente utilizados para avaliar exposições. O uso desta ferramenta permite que diferentes aspectos sejam identificados dentro de uma sessão de planetário e, assim, o planetário possa escolher sessões voltadas à alfabetização científica. Das quatro sessões avaliadas, encontramos uma sessão que se destaca com a presença dos indicadores enquanto outra sessão se destaca pela ausência quase completa dos mesmos. Ainda, o Indicador Científico apareceu em todas as sessões enquanto o Indicador Institucional praticamente não apareceu.

Biografia do Autor

Milena Galvani Rodrigues de Almeida

Licenciada em Ciências Biológicas pela UEPG (2018) e Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da UNIPAMPA.

Guilherme Frederico Marranghello

Professor da Unipampa, Campus Bagé. Diretor do Planetário da Unipampa

Pedro Fernando Teixeira Dorneles

Professor associado da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus Bagé. Docente dos cursos de Licenciatura em Física, Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Mestrado Acadêmico em Ensino.

Referências

ALBAGLI, Sarita. Divulgação científica: informação científica para a cidadania? Ciência da Informção, Brasília, v. 25, n. 3, p. 396-404, set./dez. 1996.

ALMEIDA, Gabrielli de Oliveira; ZANITTI, Mateus Henrique Rufini; CARVALHO, Cíntia Luana de; DIAS, Edson Wander; GOMES, Alessandro Damásio Trani; COELHO, Fernando Otávio. O Planetário como Ambiente Não Formal Para O Ensino sobre o Sistema Solar. Revista Latino-Americana de Educação em Astronomia - RELEA, n. 23, p. 67-86. 2017.

BARBA, Ma de Lourdes Patiño; DEL CASTILLO, Jorge Padilla González; MASSARANI, Luisa. Public engagement in science: Mapping out and understanding the practice of science communication in Latin America. Anais da Academia Brasileira de Ciências 91(1): e20171000. 2019.

BARRIO, Juan Bernardino Marques. El planetário: um recurso didáctico para la enseñanza de la astronomia. Valladoid: Universidad de Valladoid, 2002. Tese (Tesis Doctoral), Facultad de Educación y Trabajo Social, Departamento de Didáctica de las Ciencias Experimentales y Geodinâmica, 2002.

BRASIL (2017), Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. [online] Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em 20 de maio de 2020.

CERATI, Tania Maria. Educação em Jardins Botânicos na perspectiva da Alfabetização Científica: Análise de uma exposição e público. São Paulo: FEUSP, 2014. Tese (doutorado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo. 2014.

DE ARAUJO, Naelton Mendes. As origens dos planetários: 2ª parte. Planetária, n. 17, p. 6. 2018.

FREITAS, Radma Almeida de. Construção de uma sessão de planetário para público geral com a Temática "Interações Terra-Sol". Natal: UFRN, 2015. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2015.

GOUVÊA, Guaracira; LEAL, Maria Cristina. Uma visão comparada do ensino em ciência, Tecnologia e sociedade na escola e em um Museu de ciência. Ciência & Educação, v.7, n.1, p.67-84. 2001.

JACOBUCCI, Daniela Franco Carvalho. Contribuições dos espaços não-formais de educação para a formação da cultura científica. Em Extensão, v. 7. 2008.

LANGHI, Rodolfo; OLIVEIRA, Fabiana Andrade de; DA SILVA, Sioneia Rodrigues. Os Três Momentos Pedagógicos enquanto Metodologia para a elaboração de uma Sessão de Planetário. V Simpósio Nacional de Educação em Astronomia – V SNEA 2018 – Londrina. 2018.

LANGHI, Rodolfo; NARDI, Roberto. Educação em astronomia: repensando a formação de professores. São Paulo: Escrituras Editora. 2012.

LEAL, Maria Cristina; GOUVÊA, Guaracira. Narrativa, mito, ciência e tecnologia: o ensino de ciências na escola e no Museu. Revista Ensaio, v. 2, n. 1, p. 05-33. 2002.

LORENZETTI, Leonir; DELIZOICOV, Demétrio. Alfabetização Científica no contexto das séries iniciais. Revista Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, v. 3, n. 1. 2001.

MARANDINO, Martha. Interfaces na relação museu-escola. Caderno Catarinense de Ensino em Física, v. 18, n.1: p.85-100. Abr. 2001.

MARANDINO, Martha; ROCHA, Jéssica Noberto; CERATI, Tania Maria; SCALFI, Grazieli; OLIVEIRA, Denise de; LOURENÇO, Márcia Fernandes. Ferramenta teórico-metodológica para o estudo dos processos de alfabetização científica em ações de educação ao não formal e comunicação pública da ciência: resultados e discussões. Journal of Science Communication – América Latina, v. 1, n. 1. 2018.

MARQUES, Amanda Cristina Teagno Lopes; MARANDINO, Martha. Alfabetização científica, criança e espaços de educação não formal: diálogos possíveis. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, e170831. 2018.

MARRANGHELLO, Gulherme Frederico. LUCCHESE, Márcia Maria; KIMURA, Rafael Kobata; IRALA, Cecília Petinga; DUMMER, Laura Menezes Eskasinki; MACHADO, Jéssia Penteado. O planetário da Unipampa e a divulgação da ciência na região da campanha Sulriograndense. Revista Pesquisa e Debate em Educação. v. 8, n. 2, p.423-444. 2018.

RESENDE, Kizzy Alves. A interação entre o planetário e a escola: justificativas, dificuldades e propostas. São Paulo: USP, 2017. Tese (Mestrado em Ensino), Universidade de São Paulo, 2017.

ROCHA, Jéssica Norberto. Museus e centros de ciências itinerantes: análise das exposições na perspectiva da alfabetização científica. São Paulo: FEUSP, 2018. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, 2018.

ROMANZINI, Juliana. Construção de uma Sessão de Cúpula para o Ensino de Física em um Planetário. Londrina: UEL, 2011. Dissertação (Mestrado). Universidade Estadual de Londrina, 2011.

SASSERON, Lucia Helena. Alfabetização Científica no Ensino Fundamental: Estrutura e Indicadores deste processo em sala de aula. São Paulo: FEUSP, 2008. Tese (Doutorado), Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2008.

SASSERON, Lucia Helena; CARVALHO, Anna Maria Pessoa de. Alfabetização científica: uma revisão bibliográfica. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 16, n.1, p. 59-77, 2011.

SCALFI, Graziele; ISZLAJI, Cynthia; MILAN, Bárbara; MARANDINO, Martha. Indicadores de Alfabetização Científica: uma análise do Módulo de Osteologia e Morfologia do Museu de Anatomia Veterinária (MAVUSP). XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – XI ENPEC Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2017.

VALÉRIO, Marcelo; BAZZO, Walter Antonio. O papel da divulgação científica em nossa sociedade de risco: em prol de uma nova ordem de relações entre ciência, tecnologia e sociedade. Revista de Ensino de Engenharia, v. 25, n. 1, p. 31-39, 2006.

Downloads

Publicado

2020-09-08

Como Citar

Galvani Rodrigues de Almeida, M., Frederico Marranghello, G., & Teixeira Dorneles, P. F. (2020). Análise de 4 sessões apresentadas no planetário da UNIPAMPA: Alfabetização Científica. Revista Educar Mais, 4(3), 481-499. https://doi.org/10.15536/reducarmais.4.2020.1886

Edição

Seção

Artigos