Produção de cultivares de morangueiro em sistema semihidropônico sob diferentes substratos e densidades populacionais

Autores

  • Francisco Olmar Gervini Menezes Júnior Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri
  • João Vieira Neto Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri
  • Renata Sousa Resende Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.79-92.798

Palavras-chave:

Sistema de Produção

Resumo

O cultivo semihidropônico do morangueiro é uma atividade em expansão no Alto Vale do Itajaí – SC, sendo escassas para a região informações quanto ao comportamento de cultivares, substratos e densidades populacionais. Foram testadas duas cultivares (“Albion” e “San Andreas”), cinco substratos (Tecnomax Mo®, “Biguaçú” - 25% de casca de pinus semicompostada, 25% de casca de arroz e 50% de casca de arroz incinerada, v:v; CIC25/CP75 - 25% de casca de arroz incinerada e 75% de casca de pinus semicompostada, v:v; CIC50/CP50 - 50% de casca de arroz incinerada e 50% de casca de pinus semicompostada, v:v; e CP100 - 100% de casca de pinus semicompostada, v:v) e três densidades populacionais (21,3 plantas m-2, 18,7 plantas m-2 e 16,0 plantas m-2). Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, em esquema fatorial (2x5x3), com 4 repetições. Avaliaram-se os componentes de produção e produtividade. Concluiu-se que o cultivar San Andreas é mais produtivo que Albion; os substratos utilizados, a exceção de CP100, podem ser utilizados para o cultivo semihidropônico sem prejuízos à produtividade; a densidade populacional que proporciona a maior produtividade é de 16 plantas m-2.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Olmar Gervini Menezes Júnior, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri

Possui graduação em Engenharia Agronômica (1994), mestrado (1998) e doutorado (2003) em Produção Vegetal pela Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM) - Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e especialização (2010) em Cultura de Tecidos Vegetais pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). Atualmente é Agente Técnico de Formação Superior IV - Pesquisador em Olericultura da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina S.A.? EPAGRI. Foi professor universitário (UFRGS e UERGS), pesquisador bolsista DCR-1(CNPq) e extensionista junto ao SENAR-RS e CODEVASF. Consultor ad hoc da FAPESC e FAPES, e dos periódicos Scientia Horticulturae, Horticultura Brasileira, Ciência Rural, Revista Brasileira de Agroecologia, Revista de Ciências Agroveterinárias e Agropecuária Catarinense. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Olericultura. Desenvolve pesquisas relacionadas a Produção Integrada e Orgânica de Cebola - Allium cepa; Desenvolvimento de cultivares de batata - Solanum tuberosum; e Cultivo sem Solo do Morangueiro - Fragaria x ananassa - em Ambiente Protegido. Coordenador do projeto Produção Integrada de Cebola para o Estado de Santa Catarina. Membro da Comissão da Produção Integrada Agropecuária em Santa Catarina - CEPIB-SC/MAPA.

João Vieira Neto, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (1994), mestrado em Agronomia (Estatística e Experimentação Agropecuária) pela Universidade Federal de Lavras (1998) e doutorado em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal de Santa Maria (2006). Foi professor titular de Estatística na Universidade Comunitária Regional de Chapecó - SC (1998-2006), pesquisador da Epamig - MG (2006-2010) na área de produção vegetal e experimentação agrícola. Atualmente trabalha na Epagri/Estação Experimental de Ituporanga - SC.

Renata Sousa Resende, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (2005), mestrado em Agronomia (Fitopatologia) pela Universidade Federal de Viçosa (2007) e doutorado em Agronomia (Fitopatologia) pela Universidade Federal de Viçosa (2011). Atualmente é bolsista PNPD/CAPES no Laboratório Interação Planta-Patógeno, Departamento de Fitopatologia na Universidade Federal de Viçosa. Pesquisadora Fitopatologia Epagri - Estação Experimental de Ituporanga.

Downloads

Publicado

2018-03-01

Como Citar

Menezes Júnior, F. O. G., Vieira Neto, J., & Sousa Resende, R. (2018). Produção de cultivares de morangueiro em sistema semihidropônico sob diferentes substratos e densidades populacionais. Revista Thema, 15(1), 79-92. https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.79-92.798

Edição

Seção

Ciências Agrárias