Culto ao corpo e suas formas de disseminação através das mídias: uma revisão integrativa no olhar da Educação Física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2106

Palavras-chave:

Corpo, Educação Física, Mídia, Padronização

Resumo

Este trabalho teve como objetivo realizar uma análise da produção científica sobre a influência da mídia no âmbito da Educação Física Escolar e Universitária, a fim de discutir sobre conceitos, métodos e ações pedagógicas utilizadas por professores de Educação Física. Trata-se de revisão integrativa da literatura, realizada por meio da busca por artigos científicos capturados nas principais bases de dados. Por meio dos estudos analisados, foi possível compreender a necessidade de romper as barreiras criadas pelo sistema hegemônico de culto ao corpo, que afeta especialmente os jovens. No contexto formativo e educacional é necessário atribuir ao currículo acadêmico dos professores e nas aulas de Educação Física as implicações dos conteúdos midiáticos nos padrões corporais, o que leva o professor a trabalhar além do aspecto biológico. Os docentes devem promover a criação de ferramentas e conteúdos que despertem nos alunos uma visão crítica diante do que é imposto pela mídia e a indústria da beleza no ideal de corpo. Conclui-se que o trabalho possibilitou trazer reflexões e um confronto de ideias em torno do influxo das mídias sobre os saberes de corpo de estudantes e professores.

Biografia do Autor

Mara Dantas Pereira, Universidade Tiradentes (UNIT)

Graduada em Psicologia pela Universidade Tiradentes (UNIT). Membro do Grupo de Pesquisa Educação, Tecnologias e Contemporaneidade (GPETEC) da UNIT e Membro do Grupo de Pesquisa Educação, Cultura e Subjetividade (GPECS) da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Mariana Pícaro Cerigatto, Universidade Tiradentes (UNIT)

Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPED) da Universidade Tiradentes  (UNIT), Sergipe, Brasil. Doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), São Paulo, Brasil.

Referências

ARAÚJO, Regina Magna Bonifácio; SILVA, Marcelo Donizete da; SILVA, Marilene do Carmo. A formação continuada de professores da educação básica: concepções e desafios na perspectiva dos docentes. Revista @mbienteeducação, v. 12, n. 3, p. 17–38, set./dez. 2019.

ASSARITTI, Dolores Setuval; DAOLIO, Jocimar. A intervenção do professor de educação física junto a alunos do ensino médio sobre o fenômeno do culto ao corpo. Conexões, v. 9, n. 1, p. 67–91, jan./abr. 2011.

AZEVEDO, Aldo Antonio de; GONÇALVES, Andréia Santos. Reflexões acerca do papel da re-significação do corpo pela educação física escolar, face ao estereótipo de corpo ideal construído na contemporaneidade. Conexões, v. 5, n. 1, p. 67–85, 2007.

BISCARO, Marlene Vitória; SILVA, Fábio Luiz da. Corpo, mídia e Educação Física. Revista educação pública, v. 1, n. 1, p. 1-3, 2016.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME. [online] Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 12 jun. 2020.

BRASIL. Resolução CNE/CES nº 6, de 18 de dezembro de 2018. [online] Disponível em: https://www.semesp.org.br/wp-content/uploads/2018/12/RESOLU%C3%87%C3%83O-CNE_CES-N%C2%BA-6-DE-18-DE-DEZEMBRO-DE-2018.pdf. Acesso em: 15 jun. 2020.

BRASIL. Orientações curriculares para o ensino médio: linguagens, códigos e suas Tecnologias. [online] Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/book_volume_01_internet.pdf. Acesso em: 11 jun. 2020.

BROOME, Marion English. Integrative literature reviews for the development of concepts. In: RODGERS, Beth; KNAFL, Kathleen, editors. Concept development in nursing: foundations, techniques and applications. Philadelphia (USA): W.B Saunders Company, 2000.

CASTRO, Juliana Brandão Pinto de. et al. Alimentação, corpo e subjetividades na educação física e na nutrição: o ranço da adiposidade e a ascensão dos músculos. DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde, v. 11, n. 3, p. 803–824, 2016.

CHAVES, Paula Nunes. et al. Construindo diálogos entre a mídia–educação e a Educação Física: uma experiência na escola. Motrivivência, v. 27, n. 44, p. 150–163, maio 2015.

COSTA, Naiana Thaíssa Menezes; SILVA, Alan Camargo Corpo e Educação Física Escolar no ensino médio: a visão dos alunos. Revista Brasileira de Ciências do Esporte - RBCE, v. 36, 2, supl., p. 223–237, abr./jun. 2014.

DIONISIO, Ângela Paiva. Gêneros multimodais e multiletramento. In: KARWOSKI, Acir Mario; GAYDECZKA, Beatriz; BRITO, Karim Siebeneicher. (Orgs.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. Palmas e união da Vitoria, PR: Kaygangue, 2005.

FANTIN, Monica. Contextos, perspectivas e desafios da mídia-educação no Brasil. In: ILANA, Eleá. (Org.). Agentes e vozes: um panorama da mídia-educação no Brasil, Portugal e Espanha. 1ed.Götenburg: Nordicon, 2014, v. 1, p. 49-57.

GALVÃO, Taís Freire; PEREIRA, Mauricio Gomes. Revisões sistemáticas da literatura: passos para sua elaboração. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 23, n. 1, p. 183–184, jan./mar. 2014.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GUEDES JUNIOR, Dilmar Pinto. Mídia social, marketing pessoal e novas tendências do fitness, mas não se esqueçam das evidências científicas. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, v. 18, n. 4, p. 179, 2020.

MEZZAROBA, Cristiano. A mídia, as tecnologias e a educação física no Brasil: uma descrição genealógica. Revista Tempos e Espaços em Educação, v. 13, n. 32, p. 1–23, jan./dez. 2020.

SANTOS JUNIOR, Nei Jorge Santos. Eles compreendem de outro jeito: mídia, educação física escolar e possibilidades. Arquivos em Movimento, v. 8, n. 2, p. 65–78, jul./dez. 2012.

SANTOS, Andreia Mendes dos; COSTA, Fábio Soares da. Filosofia da Corporeidade: transversalizações de um corpo intenso de devir. Educação & Realidade, v. 43, n. 1, p. 223-237, jan./mar. 2018.

SANTOS, Mariany Silva; GONÇALVES, Vivianne Oliveira. Uso das redes sociais, imagem corporal e influência da mídia em acadêmicos dos cursos de educação física. Itinerarius Reflectionis, v. 16, n. 3, p. 1–18, 2020.

SIQUEIRA, Alexandra Bujokas de. Mídia-educação a serviço da cidadania: uma proposta para a formação de assistentes sociais. In MACEDO, Alessandra Xavier Nunes; PIRES, David Ulisses Brasil Simões; ANJOS, Fernanda Alves (org.) Educação para a Mídia – Cadernos de Debate da Classificação Indicativa. Brasília: Ministério da Justiça/ Secretaria Nacional de Justiça, 2014.

SILVA, Markus de Lima; SANTOS, Valdione Evangelista Alves; MEZZAROBA, Cristiano. A compreensão de alunos do ensino fundamental de uma escola pública sobre saúde, corpo e mídia a partir da telenovela “malhação”. Caderno de Educação Física e Esporte, v. 10, n. 19, p. 43–54, 2013.

SILVA, Fernanda Azevedo Gomes da; SILVA, Luis Aureliano Imbiriba e; LÜDORF, Silvia Maria Agatti. A educação física no ensino médio: um olhar sobre o corpo. Movimento (ESEFID/UFRGS), v. 21, n. 3, p. 673–685, jul./set. 2015.

SOUZA, M. T. et al. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), v. 8, n. 1, p. 102–106, jan./mar. 2010.

THEBALDI, Bruno. Os integrados e os outsiders da aparência: o “belo” e o “feio” em tempos de “culto ao corpo”. Parágrafo, v. 7, n. 1, p. 66-84, jan./jun. 2020.

Downloads

Publicado

2021-01-18

Como Citar

Pereira, M. D., & Cerigatto, M. P. (2021). Culto ao corpo e suas formas de disseminação através das mídias: uma revisão integrativa no olhar da Educação Física. Revista Educar Mais, 5(2), 345-357. https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2106

Edição

Seção

Artigos