O ensino da disciplina de Projeto Arquitetônico auxiliado pela realidade aumentada

Autores

  • Jonathan Felipe da Silva Instituto Federal do Ceará - IFCE
  • Jefferson Queiroz Lima Instituto Federal do Ceará - IFCE
  • Sandro César Silveira Jucá Instituto Federal do Ceará - IFCE
  • Adriano Bayma de Mesquita Instituto Federal do Ceará - IFCE
  • Aldayr de Oliveira Monteiro Instituto Federal do Ceará - IFCE

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.4.2020.2014

Palavras-chave:

Ensino-aprendizagem; Projeto arquitetônico; Realidade aumentada.

Resumo

Os recursos tecnológicos são cada dia mais adotados dentro da escola, substituindo as tradicionais lousas. Os projetores multimídias, como exemplo, trazem consigo uma facilidade de apresentação de elementos textuais e de vídeos, potencializando, assim, o campo de ensino e aprendizagem na instituição escolar. O objetivo deste artigo é abordar o uso da tecnologia conhecida como Realidade Aumentada (RA) para que a instrução da disciplina de projeto arquitetônico seja construída de forma mais eficiente. Tal proposta visa sanar uma dificuldade coletiva de visualização tridimensional de elementos arquitetônicos representados em projeto bidimensional. A metodologia utilizada está caracterizada como qualitativa, e também como exploratória e descritiva, por meio de um experimento com uma edificação tridimensional e seu projeto arquitetônico com alunos do Curso Técnico em Edificações ofertado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) campus Morada Nova. Tal pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa do próprio IFCE, um órgão colegiado interdisciplinar e independente em sua atuação e decisões de sua competência. Os resultados obtidos através da utilização indicam que o uso da RA incrementa a aprendizagem nesta área, sendo necessário apenas o uso de um smartphone com configurações simples e com acesso à internet, para que seja viável a aplicabilidade da RA.

Biografia do Autor

Jonathan Felipe da Silva, Instituto Federal do Ceará - IFCE

Arquiteto e Urbanista, graduado em 2018 pela Universidade Federal do Ceará, e Técnico em Edificações, formado em 2011 pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Ceará (SENAI / CE), além de possuir qualificação como Mestre de Obras também pelo SENAI / CE no ano de 2016 . Além disso, é mestrando desde 2019 do PROFEPT (Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica) ofertado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) - Campus Fortaleza. https://orcid.org/0000-0003-2677-2984

Jefferson Queiroz Lima, Instituto Federal do Ceará - IFCE

Jefferson Queiroz Lima é professor D403 do Instituto Federal do Ceará (IFCE) - Campus Caucaia. Possui Licenciatura em Química (2003), Mestrado (2005) e Doutorado (2010) em Química pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professor do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) e atualmente ocupa o cargo de Diretor Geral do IFCE Campus Caucaia. Tem experiência na área de Química de Produtos Naturais, Recursos Hídricos e Educação Química. https://orcid.org/0000-0002-3250-1411

Sandro César Silveira Jucá, Instituto Federal do Ceará - IFCE

Possui Nivelamento Universitário (Studienkolleg) na Technische Hochschule Köln - Alemanha (1996 a 1998) e Graduação em Tecnologia Mecatrônica pelo Instituto Federal do Ceará (2002). É Especialista em Automação Industrial (2003) e Licenciado em Física (2005) pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), Mestre (2004) e Doutor em Engenharia Elétrica (2014) pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com pesquisa realizada na Universität Paderborn - Alemanha e apoio do programa de Doutorado Sanduíche do Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD). Realizou também estágio de pesquisa pós-doutoral (2019) na Universidad de Cádiz - Espanha com apoio da Fundación Carolina. Atualmente é professor e pesquisador do IFCE - Campus Maracanaú, docente permanente do ProfEPT (Mestrado em educação profissional e tecnológica em rede nacional com Qualis Ensino) e do Mestrado Acadêmico em Energias Renováveis (PPGER com Qualis Interdisciplinar). Pesquisa na área de Mecatrônica e Engenharia Elétrica, dentro dos seguintes temas: Energias Renováveis, Sistemas Embarcados, IoT, Robótica, EaD e Educação Profissional. https://orcid.org/0000-0002-8085-7543

Adriano Bayma de Mesquita, Instituto Federal do Ceará - IFCE

Possui graduação em Tecnologia de Redes de Computadores pela Unice Ensino Superior (2007) e especialização em Informática na Educação pela Faculdade Venda Nova do Emigrante (2016). Atuou como Instrutor Educacional no SENAI - Departamento Regional do Ceará na área de Redes de Computadores. Atualmente é Professora EBTT do Instituto Federal do Ceará - Campus Paracuru. Tem experiência na área de infraestrutura de redes de comunicação. https://orcid.org/0000-0002-8158-0056

Aldayr de Oliveira Monteiro, Instituto Federal do Ceará - IFCE

Mestrando em Educação Profissional e Tecnológica (IFCE). Graduado em Geografia Bacharelado pela Universidade Federal do Ceará / UFC; Graduando em Geografia Licenciatura pela Universidade Federal do Ceará / UFC ; Ex-agente voluntário na Comissão Pastoral da Terra/CPT-CE; trabalhou no Instituto de Desenvolvimento Agrário do Ceará(IDACE) como bolsista; ex-Bolsista da CAPES pelo programa Ciência sem Fronteiras do governo federal; ex-bolsista de monitoramento pela PROGRAD-UFC; trabalhou na Secretaria de Finanças de Fortaleza (SEFIN). concluiu o curso básico de alemão na Casa de Cultura Alemã curso de extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC). Estuda inglês no Instituto Municipal de Pesquisa Administração e Recursos Humanos (imparh); professor-estagiário do município de Fortaleza pelo programa pró-técnico; Mestrando em Educação Profissional e Tecnológica (IFCE). https://orcid.org/0000-0003-3358-5394

Referências

ANDRADE, A. P. R. Uso das tecnologias na educação: computador e internet. 2011. 22 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Biologia) - Universidade Estadual de Goiás, Brasília, 2011. Disponível em: https://bdm.unb.br/bitstream/10483/1770/1/2011_AnaPaulaRochadeAndrade.pdf. Acesso em: 08/09/2020.

AZUMA et al. (2001). Recent advances in augmented reality. IEEE computer graphics and applications, Áustria, v. 21, n. 6, p. 34-47, Nov/Dez. 2001. Disponível em: https://ieeexplore.ieee.org/abstract/document/963459. Acesso em: 08/09/2020.

BUENO, N. O desafio da formação do educador para o ensino fundamental no contexto da educação tecnológica. 1999. 16f. Revista Ibero-americana de Estudos em Educação – Universidad de Alcalá, Madri, Espanha, 1999.

CORTELLA, M. S. Educação, escola e docência: Novos tempos, novas atitudes. São Paulo: Cortez, 2014.

DEMO, P. Pedro Demo aborda os desafios da linguagem no século XXI, In: BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de educação à Distância. Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TIC. Brasília: 2008. Disponível em: / Acesso em: 07/09/2020.

GABRIEL, M. Educ@r - A (r)evolução Digital na Educação. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

KURUMAN, G.; SANTHI, K. R.; ANAND, P. M. Impact of Augmented Reality (AR) in civil engineering. Advanced Materials Research, v. 18–19, Jan/2007. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/250355839_Impact_of_Augmented_Reality_AR_in_Civil_Engineering. Acesso em: 08/09/2020.

MENDONÇA, R. L.; MUSTARO, P. N. Como tornar aplicações de realidade virtual e aumentada, ambientes virtuais e sistemas de realidade mista mais imersivos. In: SYMPOSIUM ON VIRTUAL AND AUGMENTED REALITY, 13, 2011, Uberlândia/MG. Minas Gerais: SBC, 2011.

MILGRAM, P et al. Augmented Reality: A Class of Displays on the RealityVirtuality Continuum. Society of Photo-optical Instrumentation Engineers, v. 2351, jan/1994. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/228537162_Augmented_reality_A_class_of_displays_on_the_reality-virtuality_continuum. Acesso em: 10/09/2020.

MORÁN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. SOUZA, C. A.; MORALES, O. E T (org.). Ponta Grossa: UEPG/PROEX, 2015. Disponível em: https://www.ucs.br/site/midia/arquivos/bibliografia-PGCIMA-canela.pdf. Acesso em: 10/09/2020.

SÁ, A et al. Augmented reality to aid construction management. Cmne/Cilamce, n. 13–15, jun/2007. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Alberto_Raposo/publication/228612181_Augmented_reality_to_Aid_Construction_Management/links/0fcfd50bfa77417887000000.pdf. Acesso em: 08/09/2020.

SILVA, T. T. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. 2. reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

THORNTON, T.; ERNST, J. V.; CLARK, A. C. Augmented reality as a visual and spatial learning tool in technology education. Technology & Engineering Teacher, v. 71, n. 8, p.18-21, Maio/Jun 2012. Disponível em: http://migre.me/dtrE3. Acesso em: 10/09/2020.

TORI, R; KIRNER, C. Fundamentos de realidade virtual. In: TORI, R; KIRNER, C; SISCOUTO, R. (Org). Fundamentos e tecnologia de realidade virtual e aumentada. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, p.9-28. 2006

TORI, R.; HOUNSELL, M. S. (org.). Introdução a Realidade Virtual e Aumentada. Porto Alegre: Editora SBC, 2018. Disponível em: http://www.de.ufpb.br/~labteve/publi/2018_livroRVA.pdf. Acesso em: 10/09/2020.

ZEVI, B. A linguagem Moderna da Arquitetura. Lisboa: Publicações Dom Quixote,1984.

Downloads

Publicado

2020-11-13

Como Citar

Felipe da Silva, J., Lima, J. Q. ., Jucá, S. C. S. ., Mesquita, A. B. de ., & Monteiro, A. de O. (2020). O ensino da disciplina de Projeto Arquitetônico auxiliado pela realidade aumentada. Revista Educar Mais, 4(3), 756-772. https://doi.org/10.15536/reducarmais.4.2020.2014

Edição

Seção

Artigos