AS ÁRVORES DE MINHA CANGUÇU

Autores

  • Kauan Quintana Borges

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.0.2014.%25p.676

Resumo

A ideia para a realização do projeto nasceu à sombra do umbu, árvore nativa existente no pátio da escola. Em uma tarde quente, enquanto era praticada uma atividade recreativa que necessitava de um local para se esconder, a árvore serviu muito bem para esse fim. Em seguida foram realizadas algumas competições que envolviam corridas e, na volta, os alunos do quinto ano optaram por simplesmente descansar sob a sombra do umbu. Nesse momento conversaram sobre a admirável sombra que a árvore proporcionava e seu inestimável valor no pátio da escola. Em sala de aula passaram a pensar sobre como esse assunto poderia ser trabalhado na turma. Refletiu-se sobre a tarefa incessante das amigas árvores e que não é possível a vida sem elas. Mesmo assim muitas delas acabam sendo destruídas por uma excessiva ambição que leva as pessoas a pensarem somente em si mesmas e na sua situação imediata, não tendo preocupação alguma com as gerações futuras. Tendo em vista essa reflexão sobre o meio ambiente, a constatação da necessidade de preservação e o grande desejo que nasceu entre os alunos pela conservação do umbu, bem como das demais árvores, principalmente as nativas do município, é que se justifica a realização deste projeto.

Downloads

Publicado

2017-08-06

Como Citar

Borges, K. Q. (2017). AS ÁRVORES DE MINHA CANGUÇU. Revista Educar Mais, (1). https://doi.org/10.15536/reducarmais.0.2014.%p.676

Edição

Seção

Artigos