A relação entre mobilidade discente e evasão nos cursos de graduação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2258

Palavras-chave:

Graduação; mobilidade; expansão; evasão; educação

Resumo

Este estudo é um recorte de uma pesquisa do tipo estudo de caso, desenvolvida em uma universidade pública situada no estado da Bahia, Nordeste do Brasil. Teve por objetivo, analisar como a mobilidade discente tem influenciado os processos de evasão dos cursos de graduação dessa instituição. A compreensão das causas envolvidas no processo de mobilidade que levam os discentes a migrarem dos cursos e os impactos desse fenômeno para a instituição de ensino foram estudados a partir da análise do contexto local e das políticas de expansão do ensino superior no século XXI, à luz das concepções de diferentes teóricos e de censos divulgados pelo MEC. Os resultados da pesquisa apontam que o processo de mobilidade discente no ensino superior foi impulsionado pela expansão de oferta de vagas nas últimas duas décadas, que os cursos das áreas de engenharias e ciências médicas foram os mais procurados pelos estudantes que migraram da universidade analisada e que esta não dispõe de condições financeiras, estruturais e programas consolidados para conter a evasão e a desistência, especialmente nos cursos de licenciaturas, por serem processos complexos e motivados por diversos fatores.

Biografia do Autor

Ana Paula Souza do Prado Anjos, UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - UNEB

Mestranda do Programa de Ciências Humanas e Sociais (UFOB). Especialização em Coordenação Pedagógica (2019) pela UCAM e Metodologia de Ensino para Educação Profissional (2015) pela UNEB/SUPROF. Graduada em Ciências Contábeis (2014) e em Pedagogia, Docência e Gestão de Processos Educativos (2009) pela Universidade do Estado da Bahia, Campus IX – Barreiras. Analista Universitária – Pedagoga da Universidade do Estado da Bahia (UNEB-Campus IX). Lattes: http://lattes.cnpq.br/2172301374213738 

Marilde Queiroz Guedes, UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - UNEB

Pós-Doutorado (Universidade de Lisboa, Lisboa/PT (2018), Doutora em Educação: Currículo - PUC-SP (2010). Mestre em Educação Brasileira pela Universidade Federal de Goiás (2001). Especialista em Metodologia do Ensino Superior pela PUC-MG (1993). Graduada em Letras pela Faculdade de Formação de Professores de Arcoverde - PE (1982). Graduada em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Caruaru - PE (1985). Professora Plena da Universidade do Estado da Bahia (UNEB-Campus IX). Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais e Humanas (UFOB). Lattes: http://lattes.cnpq.br/1353574837768991

Emília Karla de Araujo Amaral, UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA- UNEB

Mestre em Educação pela Universidade Católica de Brasília (2011). Especialista em Psicopedagogia e Orientação Educacional (FIA, 1999). Graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia (1997). Professora titular da Universidade do Estado da Bahia, DCH-Campus IX e da Faculdade São Francisco de Barreiras. ORCID-ID: https://orcid.org/0000-0003-0745-1720. Lattes: http://lattes.cnpq.br/4097875085383133

Nilza da Silva Martins, UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - UNEB

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB).  Especialista em Supervisão Educacional pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Professora Adjunta da Universidade do Estado da Bahia - Campus IX - Barreiras (BA). Lattes: http://lattes.cnpq.br/2788689472538294

Referências

ARAÚJO, Cristiane F. de; SANTOS, Roseli A. dos. A educação profissional de nível médio e os fatores internos/ externos às instituições que causam a evasão escolar. In: Anais ... INTERNATIONAL CONGRESSO UNIVERSITY – INDUSTRY COOPERATION. São Paulo: Taubaté, 2012. Disponível em http://www.unitau.br/unindu/artigos/pdf525.pdf? Acesso em 10 de setembro de 2019.

BARROS, Aparecida da Silva Xavier. Expansão da educação superior no Brasil: limites e possibilidades. Educação e Sociedade, Campinas – SP, v. 36, n.131, abr./jun. 2015.

BRASIL, Presidência da República. Lei nº 13005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. DOU, Brasília, 25 de junho, 2014.

BRASIL. Lei nº 12.089 de 11 de novembro de 2009. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Lei/L12089.htm. Acesso em 28 de agosto de 2019.

CARDOSO, Claudete Batista. Efeitos da política de cotas na Universidade de Brasília: uma análise do rendimento e da evasão. Brasília-DF, UNB, 2008. Dissertação, Universidade de Brasília, 2008.

CARVALHO, Márcia Marques de; WALTENBERG, Fábio D. Desigualdade de oportunidades no acesso ao ensino superior no Brasil: uma comparação entre 2003 e 2013. Economia Aplicada, Ribeirão Preto, v. 19, n. 2, apr./june, 2015.

CNI - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Educação para o mundo do trabalho: a rota para a produtividade. Brasília: CNI, 2014.

CORDASSO, Jéssica Akemy, et al. Fatores determinantes na evasão de acadêmicos no ensino superior: estudo em um município do norte mato-grossense. In: Anais... XVI Coloquio Internacional de Gestión Universtiraria –CIGU. Arequipa: Perú, 2016.

DIAS, Ellen Christine Moraes, et al. Evasão no ensino superior: estudo dos fatores causadores da evasão no curso de Ciências Contábeis da Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes - MG. In: Anais ... CONGRESSO USP DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CONTABILIDADE. São Paulo, 2010. Disponível em https://congressousp.fipecafi.org/anais/artigos102010/419.pdf. Acesso em 10 de dezembro de 2019.

FIALHO, Nadia Hage. Universidade multicampi. Brasília: Autores Associados, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 6. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GATTI, Bernadete Angelina; BARRETO, Elba Siqueira de Sá. (org.). Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (2019). Disponível em https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/28285-pnad-educacao-2019-mais-da-metade-das-pessoas-de-25-anos-ou-mais-nao-completaram-o-ensino-medio. Acesso em 20 de dezembro de 2020.

INEP. Instituto Nacional de Educação e Pesquisa. (2016). Índice Geral de Cursos (IGC). Disponível em http://portal.inep.gov.br/indice-geral-de-cursos-igc. Acesso em 10 de dezembro de 2019.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. (2000, 2010, 2015 e 2019). Sinopse Estatística da Educação Superior Graduação. Brasília, DF: Disponível em . Acesso em 30 de novembro de 2020.

LI, Denise Leyi; CHAGAS, André Luís Squarize. Efeitos do SISU sobre a migração e a evasão estudantil. In: Anais... Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos – ENABER. São Paulo, 2017. Disponível em http://www.acquaviva.com.br/ENABER17/ProgramacaoDefinitivaENABER_site.pdf. acesso em 08 d agosto de 2020.

MARTINS, Thiago de Melo. Evolução da mercadorização do ensino superior privado no

Brasil: caminho sem volta? Ensaios Pedagógicos, Sorocaba-SP, v. 3, n. 2, p. 37-44, mai./ago. 2019.

MAUÉS, Olgaíses Cabral; SOUZA, Michele Borges de. A expansão da educação superior no Brasil e as políticas de formação de professores. Cadernos de Educação, Pelotas, n. 45, p. 68-81, mai./ago. 2013.

NOGUEIRA, Cláudio Marques Martins, et al. Promises and Limits: SISU and its implementation at the Federal University of Minas Gerais. Educação em Revista, Belo Horizonte – MG, v. 33, 2017.

OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. (2015). Education at a Glance 2019. OECD Indicators, OECD Publishing, Paris. Disponível em https://www.oecd.org/brazil/Education-at-a-glance-2015-Brazil-in-Portuguese.pdf. Acesso em 12 de agosto de 2020.

PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Relatório do Desenvolvimento Humano 2019. New York-USA: PNUD, 2019.

RANGEL, Flaminio de Oliveira, et al. Evasão ou mobilidade: conceito e realidade em uma licenciatura. Ciência & Educação, Bauru, v. 25, n. 1, p. 25-42, 2019.

SILVEIRA, Grazielle Vital da. A adesão das instituições privadas ao PROUNI: interesses em pauta. Mato Grosso, UFMG, 2013. Dissertação, Universidade Federal de Minas Gerais, 2013.

TORRES SANTOMÉ, J. Políticas educativas e curriculares na construção de um senso comum neoliberal. In: FLORES, M. A.; MOREIRA, M. A.; OLIVEIRA, L. R. Desafios curriculares e pedagógicos na formação de professores. 2. ed. Santo Tirso/PT: De Facto, 2017, p. 51-72

Downloads

Publicado

2021-01-27

Como Citar

Anjos, A. P. S. do P. ., Guedes, M. Q. ., Amaral, E. K. de A., & Martins, N. da S. (2021). A relação entre mobilidade discente e evasão nos cursos de graduação. Revista Educar Mais, 5(2), 373-387. https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2258

Edição

Seção

Artigos