Pra Cego Ver

Autores

  • Thales Melo da Silva Instituto Federal do Sul-rio-grandense – Campus Charqueadas
  • Pablo Santos Werlang Instituto Federal do Sul-rio-grandense – Campus Charqueadas

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.1.2018.%25p.1151

Palavras-chave:

deficientes visuais, acessibilidade, tecnologia assistiva.

Resumo

Segundo a Cartilha do Censo 2010 Pessoas com Deficiência[1], Das 45.606.048 pessoas com deficiência no brasil, 1,6% são totalmente cegas, e estas pessoas possuem muitos problemas de acessibilidade, como por exemplo a dificuldade de identificar produtos em uma prateleira de supermercado ou saber o que está escrito em uma embalagem. Através do uso de tecnologia assistiva (TA) este estudo visa auxiliar na inclusão social de deficientes visuais. Por meio de um aplicativo para dispositivos móveis capaz de capturar uma imagem de um objeto e através de uma Application Programming Interface (API) de reconhecimento de imagens, pretende-se reconhecer o objeto e descrever por meio de voz para o usuário o que é aquele objeto e suas características. Já existem algumas soluções análogas ao projeto proposto, como por exemplo os aplicativos Aipoly Vision e Blindo, porém, elas são pagas, não atendem completamente as necessidades das pessoas com deficiência visual e não estão disponíveis em português.

Downloads

Publicado

2018-09-24

Como Citar

Melo da Silva, T., & Santos Werlang, P. (2018). Pra Cego Ver. Revista Educar Mais, 1(1). https://doi.org/10.15536/reducarmais.1.2018.%p.1151

Edição

Seção

Artigos