Água – Preservar para não faltar

Autores

  • Ariane Muniz

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.0.2012.%25p.608

Resumo

É difícil encontrar uma criança que não goste de brincar com água, seja
na piscina, no mar, no rio ou até no quintal de casa. Pode ser que algumas briguem para entrar no banho, mas só até perceberem que brincar dentro do chuveiro também pode ser uma delícia. Mas aí mora um grande problema: a água não é brinquedo e não pode ser desperdiçada. Cerca de 97% de água que existe no planeta é salgada. Do restante, 2% estão congelada e somente 1% encontra-se disponível para atender à população. Sabemos que não dá para viver sem água, então a saída é fazer um uso racional deste precioso recurso natural. Água deve ser usada com muita responsabilidade.

O trabalho com o tema da água deve ser desenvolvido visando à
participação ativa dos alunos para que possam ampliar a consciência sobre as questões relativas à água no meio ambiente, e assumir de forma independente atitudes e valores voltados à proteção e conservação da água, sensibilizando os alunos para uma postura racional de consumo de água também em sua casa, adotando por meio de atitudes cotidianas medidas de valorização da água, conscientizando –os de que a água não deve ser desperdiçada.
Espera-se que ao término do projeto as crianças estejam conscientes da
importância da água tanto para a vida animal como para a vegetal, que saibam utilizá-la sem desperdício, levando para seu meio social todos esses aprendizados.

Downloads

Publicado

2012-08-04

Como Citar

Muniz, A. (2012). Água – Preservar para não faltar. Revista Educar Mais, (1). https://doi.org/10.15536/reducarmais.0.2012.%p.608

Edição

Seção

Artigos