Tratamento figural utilizando o Geoplano Octododecágono: um espaço de trabalho geométrico

José Carlos Pinto Leivas, Carmen Vieira Mathias, Anne Desconsi Hasselmann Bettin

Resumo


No artigo, apresentam-se resultados de uma investigação que teve por objetivo verificar como estudantes de um mestrado resolviam uma situação-problema para construir o artefato Geoplano Octododecágono e resolver um problema de geometria plana utilizando registros figurais. Após a resolução do problema e a construção desse objeto, os estudantes o utilizaram, juntamente com atilhos elásticos, para obter soluções de uma das investigações. A partir desse registro, iniciou-se o desenvolvimento de habilidade visual, a qual continuou com o segundo tipo, no software GeoGebra. Concluiu-se que a didática envolvida no Espaço de Trabalho Geométrico – ETG organizado, envolvendo o professor, alunos e uma instituição de ensino superior, permitiu, a partir desses tipos de registros figurais, desenvolver visualização como constructo mental.


Palavras-chave


Tratamento Figural; Geometria; Espaço de Trabalho Geométrico; Visualização.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMOULOUD, S. Fundamentos da didática da matemática. Curitiba: Ed. UFPR. 2007.

ARCAVI, A. The role of visual representation in the learning of mathematics. In: NORTH AMERICAN CHAPTER OF THE PME. Proceedings of the 21st Annual Meeting of PME-NA, ERIC, Clearinghouse for Science, Mathematics and Environmental Education, OH, pp. 55–80. Educational Studies in Mathematics 52: 215. 1999.

BALDINI, L. A. F. Construção do Conceito de Área e Perímetro: Uma Sequência Didática com Auxílio de Software de Geometria Dinâmica, no Estado do Paraná. Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2004. 211p. Dissertação de Mestrado.

CHAUHAN, S. A meta-analysis of the impact of technology on learning effectiveness of elementary students. Computers & Education, v. 105, p. 14-30, 2017.

D’AMORE, B. Elementos de Didática da Matemática. (trad. Maria Cristina Bononi). São Paulo: Livraria da Física. 2007.

DA SILVA, R. S.; LOPES, D. C. V. A construção de conceitos da geometria plana com o uso de materiais concretos e digitais: uma experiência com Tangram. Revemat: Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 8, n. 1, p. 179-198, 2013.

DAVIS, P. J.; HERSH, R. A experiência matemática. Lisboa: Gradiva. 1995.

DUVAL, R. Semiosis y Pensamiento Humano: registros semióticos y aprendizajes intelectuales. Colômbia: Universidad del Valle. 2004.

DUVAL, R. Rupturas e Omissões entre manipular, Ver, Dizer e Escrever: História de uma Sequência de Atividades em Geometria. As contribuições da Teoria das Representações Semióticas Para o Ensino e Pesquisa na EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. MORETTI, M.T. e BRANDT, C. F. (org.) Ijuí: Editora da UNIJUI, 2014, pp. 15-38. 2014.

GÓMEZ-CHACÓN, I. M..; KUZNIAK. A. Spaces for geometric work: figural, instrumental, and discursive geneses of reasoning in a technological environment. International Journal of Science and Mathematics Education 13: 201-226. National Science Council, Taiwan,2013.

FREUDENTHAL, H. Mathematics as an Educational Task. Holland: D. Reidel Publishing Company. 1973.

KNIJNIK, G.; BASSO, M. V. A.; KLUSENER, R. Aprendendo e ensinando matemática com o Geoplano. 2. ed. Ijuí: Unijuí Editora, 2004.

KUZNIAK, A. Personal Geometrical Working Space: a Didactic and Statistical Approach. In: Gras R., Suzuki E., Guillet F., Spagnolo F. (eds) Statistical Implicative Analysis. Studies in Computational Intelligence, vol 127. Springer, Berlin, Heidelberg. 2008.

KUZNIAK, A. L'espace de travail mathématique et ses génèses. Annales de Didactique et de Sciences Cognitives, v. 16, p. 9-24. @2011, IREM de STRASBOURG. 2011.

LEIVAS, José Carlos P. Imaginação, Intuição e Visualização: A riqueza de possibilidades da abordagem geométrica no currículo de Cursos de Licenciatura de Matemática. Tese (Doutorado em Educação, Universidade Federal do Paraná), Curitiba, Pr, 2009, 294p.

MOYER, P. S.; BOLYARD, J. J.; SPIKELL, M. A. What are virtual manipulatives?. Teaching children mathematics, v. 8, n. 6, p. 372-377, 2002.

PEREIRA, J. S.; OLIVEIRA, A. M. P. Materiais manipuláveis e engajamento de estudantes nas aulas de matemática envolvendo tópicos de geometria. Ciênc. educ. (Bauru), Bauru , v. 22, n. 1, p. 99-115, 2016 .

PIAGET, J.; INHELDER, B. A representação do espaço na criança. Porto Alegre: Artes Médicas. 1993.

SABBATIELLO, E. E. El Geoplano- un recurso didáctico para la enseñanza dinamica de la geometría plana elemental – su aplicación e utilización en la escuela primária– de Elsa Elena Sabbatiello, Buenos Aires. 1967.




DOI: http://dx.doi.org/10.15536/reducarmais.4.2020.40-56.1655

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                                                      Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref