Educação Financeira na Escola Básica: um experimento com Modelagem Matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.3.2019.246-255.1535

Palavras-chave:

Educação crítica, Educação Financeira, Ensino Fundamental, Modelagem Matemática.

Resumo

Este artigo apresenta um experimento de ensino realizado no Ensino Fundamental, que fez uso da Modelagem Matemática no desenvolvimento de conceitos relativos à Educação Financeira, o qual visava oportunizar a compreensão de ideias relativas à educação financeira na formação dos jovens. A proposta foi desenvolvida com a meta de alcançar os seguintes objetivos: mostrar a importância do desenvolvimento da educação financeira, tornar o indivíduo consciente para todas as decisões que envolvam dinheiro, estimular o desenvolvimento de ações cooperativas, refletir sobre a importância de pesquisar e comparar preços e por consequência desenvolver o senso crítico. Como aporte metodológico optou-se pela utilização de uma metodologia qualitativa a fim de refletir sobre as descobertas e aprendizagens que ocorreram durante o experimento. O grupo de estudantes que participou foi colocado diante de impasses e desafios que visavam o uso racional dos recursos financeiros. A título de conclusões da pesquisa observou-se que as reflexões sobre os conceitos estudados e as ações desenvolvidas pelos estudantes, de forma individual e coletiva, visavam alcançar o êxito do grupo, ao invés do pessoal.

Biografia do Autor

Rodrigo Sychocki da Silva, UFRGS

Licenciado em Matemática (2007), mestre em Ensino de Matemática (2012) e doutor em Informática na Educação (2015) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é professor Adjunto do DMPA (Departamento de Matemática Pura e Aplicada) do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da UFRGS, com atuação em disciplinas do DMPA. É professor/orientador credenciado ao Pós-Graduação em Ensino de Matemática (Profissional (conceito CAPES 5 (2016)) e Acadêmico (conceito CAPES 3 (2016))). Membro da SBEM (Sociedade Brasileira de Educação Matemática) diretoria do Rio Grande do Sul na gestão 2018 - 2021 na função de conselheiro editorial da Revista Educação Matemática em Revista - RS. Foi professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) - Campus Caxias do Sul de agosto (2011) até julho (2016) com atuação em cursos de nível básico e superior. As áreas de interesse e pesquisa são: tecnologia informática no ensino e aprendizagem da matemática, contribuições das teorias cognitivas para a aprendizagem da matemática, modelagem matemática com uso da tecnologia informática.

Morgana Aline Reinheimer

Possui graduação em Licenciatura em Matemática (UNISINOS) e pós graduação em Especialização para professores de Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande (2014).  Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Lógica Matemática

Downloads

Publicado

2019-08-27

Como Citar

Silva, R. S. da, & Reinheimer, M. A. (2019). Educação Financeira na Escola Básica: um experimento com Modelagem Matemática. Revista Educar Mais, 3(2), 246-255. https://doi.org/10.15536/reducarmais.3.2019.246-255.1535

Edição

Seção

Artigos