Concepções de um grupo de professores de ciências de escolas públicas de Pelotas/RS sobre ensino experimental

Autores

  • Gabriela Soares Traversi Programa Núcleo de Estudos em Ciências e Matemática
  • Vitor Hugo Borba Manzke Instituto Federal Sul-Riograndense, Campus Pelotas Visconde da Graça
  • Rita Helena Moreira Seixas Instituto Federal Sul-Riograndense, Campus Pelotas Visconde da Graça
  • Valmir Heckler Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.3.2019.69-78.1396

Palavras-chave:

Experimentação, Ensino de Ciências.

Resumo

Neste trabalho discorremos sobre a investigação realizada no ambiente de escolas públicas localizadas no município de Pelotas/RS, em relação ao ensino experimental. Diversos pesquisadores têm desenvolvido pesquisas que tratam do ensino de ciências e a importância da experimentação neste contexto. Entretanto, em meio aos professores do ensino básico a experimentação parece estar aquém do potencial existente no ambiente escolar. Isso nos estimulou a conhecer o que professores deste nível de ensino, entendiam sobre o ensino experimental como estratégia didática para o estudo das ciências da natureza. Após vivenciarmos o ambiente investigado e levantados dados junto aos professores envolvidos no projeto vimos que existe espaço para ampliarmos as discussões sobre a importância da experimentação em sala de aula, visando romper com protocolos engessados, rígidos utilizados atualmente pelos professores. Para que se torne possível este novo ambiente é necessário que os professores ampliem seus conceitos sobre a experimentação e a diversificação das suas atividades, estimulando a criatividade de seus alunos.

Downloads

Publicado

2019-05-24

Como Citar

Traversi, G. S., Manzke, V. H. B., Seixas, R. H. M., & Heckler, V. (2019). Concepções de um grupo de professores de ciências de escolas públicas de Pelotas/RS sobre ensino experimental. Revista Educar Mais, 3(1), 69-78. https://doi.org/10.15536/reducarmais.3.2019.69-78.1396

Edição

Seção

Artigos