Bagunçando, Aprendendo e Ensinando II.

Autores

  • Pedro Moacyr Lemos

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.0.2012.%25p.626

Resumo

BAGUNÇANDO, APRENDENDO E ENSINANDO II é a sequência do
trabalho produzido no ano 2011 com a mesma turma de alunos. Também
chamado de Bagunçando, Aprendendo e Ensinando, propunha motivação para a aprendizagem. Evidentemente que a construção de conceitos foi privilegiada, mas a meta era desencadear a primeira etapa da construção do conhecimento: o vínculo.

Como o saber é um processo em espiral, continuo, dialético e
interdisciplinar, elaboramos um novo trabalho que desse conta de algumas angústias tanto por parte dos alunos como dos professores. A meta era formular hipóteses que dessem conta da competência e habilidades em sala de aula, já previstas na Nova Lei de Diretrizes e Bases (LDB); e que a prática pedagógica girasse em torno da aprendizagem significativa. Na primeira parte do trabalho os alunos definiram o que significa competência e habilidades. Qual a função do aluno? Qual o papel do professor? Qual a função da escola no contexto atual? Que instrumento mediador poderá dar conta da construção de competência e habilidades e que seja desafiador e que instigue a investigação, a formulação de hipóteses e discussões?

 

Na segunda etapa propôs-se, como desencadeador do processo do
saber, o método de investigação chamado “via resolução-de-problemas”. Nele os alunos partem de desafios significativos (real) desencadeando a
curiosidade, o interesse e, principalmente, a necessidade de pesquisa para a solução do problema proposto. Em síntese, parte-se do desafio (situação problema real) e, durante o processo de organização do trabalho, o professor interfere com os conceitos (conteúdos) específicos que deem conta da lacuna cognitiva do aluno.

Downloads

Publicado

2012-08-04

Como Citar

Lemos, P. M. (2012). Bagunçando, Aprendendo e Ensinando II. Revista Educar Mais, (1). https://doi.org/10.15536/reducarmais.0.2012.%p.626

Edição

Seção

Artigos