Autonomous Green: uma proposta de ferramenta pedagógica às crianças como estímulo de interações com a natureza

Autores

  • Ana Elisandra Campos da Silva Instituto Federal do Sul-rio-grandense – Campus Bagé
  • Douglas Costa Soria Instituto Federal do Sul-rio-grandense – Campus Bagé
  • Laura Priebe Pilon Instituto Federal do Sul-rio-grandense – Campus Bagé
  • Leandro da Silva Camargo Instituto Federal do Sul-rio-grandense – Campus Bagé
  • Marcel da Silva Camargo Instituto Federal do Sul-rio-grandense – Campus Bagé

DOI:

https://doi.org/10.15536/reducarmais.1.2018.%25p.1153

Palavras-chave:

Rede de Sensores, Condições Ambientais, Monitoramento

Resumo

O desperdício de alimentos atinge um terço de toda comida produzida no mundo, em parte, pela falta de consciência do consumidor final. Neste sentido, o presente artigo propõe estimular a conscientização ambiental ao ensinar as crianças o cultivo e desenvolvimento do próprio alimento. É proposta a criação de um software que permita observar as condições ambientais, como disponibilidade hídrica, temperatura e radiação solar, conectando algo natural como uma planta à Internet das Coisas através do uso de uma rede de sensores. Os valores obtidos pelos sensores podem ser visualizados em um aplicativo que simula as condições ambientais e da vegetação, tornando esse processo mais divertido e útil para fins educacionais. A contribuição esperada é de mudar a atitude das crianças em relação à comida, aumentando seus conhecimentos sobre produção e consumo, a fim de reduzir o desperdício a longo prazo. A pesquisa foi desenvolvida em colaboração com a Coordenadoria de Educação Ambiental de Bagé-RS.

Downloads

Publicado

2018-09-24

Como Citar

Campos da Silva, A. E., Costa Soria, D., Priebe Pilon, L., da Silva Camargo, L., & da Silva Camargo, M. (2018). Autonomous Green: uma proposta de ferramenta pedagógica às crianças como estímulo de interações com a natureza. Revista Educar Mais, 1(1). https://doi.org/10.15536/reducarmais.1.2018.%p.1153

Edição

Seção

Artigos