Abordagem Design Thinking no contexto educacional

estado do conhecimento na perspectiva da inclusão e acessibilidade de recursos educacionais

Autores

  • Lisiane Corrêa Gomes Silveira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - IFSul, Campus Pelotas/RS - Brasil
  • Igor Radtke Bederode Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - IFSul, Campus Pelotas/RS - Brasil
  • Luis Otoni Meireles Ribeiro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - IFSul, Campus Pelotas/RS - Brasil

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V23.2024.390-404.3484

Palavras-chave:

Design Thinking, Acessibilidade, Recursos educacionais, Inclusão, Estado do Conhecimento

Resumo

A perspectiva da educação inclusiva, amparada por dispositivos legais, assegura que todos os estudantes, independentemente de qualquer condição, devem ser acolhidos e matriculados em instituições regulares de ensino, as quais devem se adaptar para atender às suas necessidades educacionais específicas (NEE). Diante disso, a acessibilidade de recursos educacionais torna-se aspecto fundamental nos processos de ensino e de aprendizagem. Para atender esta demanda, a abordagem Design Thinking (DT) surge como uma perspectiva que pode amparar o desenvolvimento de recursos educacionais que viabilizem a inclusão. Sendo assim, este estudo, de abordagem qualitativa e caráter exploratório, teve o objetivo de realizar uma revisão do estado do conhecimento a fim de mapear as produções científicas sobre a abordagem Design Thinking inserida em contextos de acessibilidade e inclusão. Para isso, foram elencadas cinco questões norteadoras que balizaram a construção de discussões atualizadas sobre a temática. Os resultados apontaram que o Design Thinking se apresenta como uma proposição emergente a ser explorada e pesquisada do ponto de vista da acessibilidade de recursos educacionais inclusivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lisiane Corrêa Gomes Silveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - IFSul, Campus Pelotas/RS - Brasil

Doutoranda em Educação e Tecnologia pelo Programa de Pós-graduação do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) - Câmpus Pelotas. Mestre em Educação e Tecnologia pelo Instituto Federal Sul-rio-grandense - IFSul. Membro do Grupo de Pesquisa - TEDCOM - Tecnologias Educacionais na Conectividade e Mobilidade. Especialista em Gráfica Digital pela UFPel (2012), possui graduação em Artes Visuais - modalidade Licenciatura pela mesma universidade (2008). Possui curso técnico em Programação Visual (2008) pelo IFSul. Trabalhou junto a Universidade Aberta do Brasil situada no Instituto Federal Sul-rio-grandense, atuando na criação e desenvolvimento de materiais didáticos para educação a distância. Pertenceu a Coordenadoria de Produção e Tecnologia Educacional (CPTE) do IFSul, desempenhando a função de gestora da Equipe de Design, sendo responsável pela supervisão e execução de materiais didáticos para educação a distância de programas da Universidade Aberta do Brasil e da Rede e-Tec Brasil. Atualmente é Programadora Visual do quadro efetivo do Instituto Federal Sul-rio-grandense, lotada na Coordenadoria de Comunicação Social do Gabinete do Reitor.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/2684189521658737

Igor Radtke Bederode, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - IFSul, Campus Pelotas/RS - Brasil

Doutor em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas (2021), Mestre em Educação e Tecnologia pelo Programa de Mestrado Profissional em Educação e Tecnologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (2016), Especialista em Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho pelo Centro Universitário de Araras Dr. Edmundo Ulson (2012), Graduado em Tecnologia em Automação Industrial pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas (2005), em Direito pela Universidade Federal de Pelotas (2008) e em Formação Pedagógica para Graduados Não Licenciados pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (2022), Técnico em Eletromecânica pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas (2001). Atua como professor de Ensino Básico Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense. Desde 2022, atua como docente no PPGEDU - IFSUL - Campus Pelotas. É um dos líderes do Grupo TEDCOM - Tecnologias Educacionais na Conectividade e Mobilidade do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense - IFSUL.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/2655869001469463

Luis Otoni Meireles Ribeiro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - IFSul, Campus Pelotas/RS - Brasil

Pós-doutor em Educação (UFSC), Doutor em Informática na Educação (UFRGS), Mestre em Tecnologia (UTFPR), Especialista em Educação Continuada e a Distância (UNB), Especialista em Controle de Processos (CEFET-MG). Profissional que atua na Educação Profissional de nível técnico e tecnológico desde 1988 no IFSul - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (antigo CEFET-RS). Chefiou e implantou o Departamento de Educação a Distância do IFSul. Integrou a equipe que auxiliou a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológia SETEC/MEC na elaboração do catálogo nacional de Cursos Superiores de Tecnologia e do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Implantou e coordenou o Programa Especial de Formação Pedagógica de Docentes para a Educação Profissional no CEFET-RS. Participou da implantação do Núcleo de Educação a Distância do CEFET-RS, tendo atuado em diversas ações de capacitação de docentes pra EAD junto a UNIREDE, ADIFERS, MEC/SETEC. Professor do Programa de Pós-graduação em Educação PPGEDU/IFSul (Doutorado e Mestrado). É líder do Grupo de Pesquisa - TEDCOM - Tecnologias Educacionais na Conectividade e Mobilidade.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/5778704270592010

Downloads

Publicado

2024-06-19

Como Citar

SILVEIRA, L. C. G.; BEDERODE, I. R.; RIBEIRO, L. O. M. Abordagem Design Thinking no contexto educacional: estado do conhecimento na perspectiva da inclusão e acessibilidade de recursos educacionais. Revista Thema, Pelotas, v. 23, n. 2, p. 390–404, 2024. DOI: 10.15536/thema.V23.2024.390-404.3484. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/3484. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Ciências Humanas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)