Tecendo sentidos em aulas de Ciências

uma análise de produções textuais de alunos do Ensino Fundamental

Autores

  • Françoária Corrêa dos Santos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ, Nilópolis/RJ - Brasil
  • Eline Deccache-Maia Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ, Nilópolis/RJ - Brasil

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V22.2023.642-661.3192

Palavras-chave:

ensino de Ciências, análise de discurso, Ensino Fundamental

Resumo

O presente trabalho faz parte de uma pesquisa de abordagem qualitativa no qual se busca compreender os sentidos de algumas produções de textos de alunos pertencentes ao primeiro segmento do Ensino Fundamental. Nesses escritos se procura entender a leitura como um lugar de produção de sentidos e a escrita em uma perspectiva de autoria, vista como posição do sujeito frente à sociedade sobre as questões sociocientíficas do seu cotidiano. Como aporte teórico-metodológico foram utilizados os fundamentos da Análise de Discurso de vertente francesa, mais especificamente, os estudos sobre a linguagem desenvolvidos por Eni Orlandi no Brasil. As atividades foram desenvolvidas com alunos do quarto e quinto anos iniciais do Ensino Fundamental de uma escola pública. Foram trabalhados alguns temas como mudanças na paisagem e hábito de consumo exagerado de produtos dando origem ao lixo eletrônico. A partir das discussões foram analisadas as produções dos alunos utilizando um dispositivo analítico, desenvolvido pela pesquisadora Eni Orlandi, em três etapas: constituição, descrição e interpretação do corpus discursivo. Alguns gestos de interpretação foram tecidos com destaque para as formas de repetição: a memória discursiva do aluno, o interdiscurso, e os deslocamentos de sentidos. Foi verificado que os estudantes, em sua maioria, utilizaram a repetição histórica dando lugar à constituição de autoria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Françoária Corrêa dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ, Nilópolis/RJ - Brasil

Possui graduação em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2003). Pós-graduação: Especialização em leitura e produção de textos pela Universidade Federal Fluminense - UFF. Cursando Mestrado Profissional em Ensino de Ciências - PROPEC Atualmente é professor - Secretaria Municipal de Educação do Município de Duque de Caxias. Professor regente de língua portuguesa da Secretaria de Estado do Rio de Janeiro.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/1031547339885917

Eline Deccache-Maia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ, Nilópolis/RJ - Brasil

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Sociologia e Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutorado em Antropologia Social pelo Museu Nacional - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Concluiu o Pós-doutorado pela FIOCRUZ-Ba, atuando como pesquisadora no projeto de popularização de ciência: Ciência na Estrada: educação e cidadania, exercendo o papel de vice-coordenadora do mesmo. Acumulou experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana, principalmente nos seguintes temas: juventude, educação, esporte, saúde, políticas públicas e popularização de ciências e Ensino de Ciências. É professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro vinculada ao Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências (PROPEC) e é líder do Grupo de Pesquisa Ciência, (Arte), Tecnologia e Sociedade - C(A)TS.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/2302862847244271

Downloads

Publicado

2023-10-09

Como Citar

SANTOS, F. C. dos; DECCACHE-MAIA, E. Tecendo sentidos em aulas de Ciências: uma análise de produções textuais de alunos do Ensino Fundamental. Revista Thema, Pelotas, v. 22, n. 2, p. 642–661, 2023. DOI: 10.15536/thema.V22.2023.642-661.3192. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/3192. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Ciências Humanas

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.