Educação sexual e reprodutiva

percepções de adolescentes e profissionais de saúde e educação

Autores

  • Helena Doege Universidade Regional de Blumenau (FURB). Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Blumenau, Santa Catarina, Brasil.
  • Letícia Dayanna Ferreira de Melo Universidade Regional de Blumenau (FURB). Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Blumenau, Santa Catarina, Brasil.
  • Fernanda Lucia Cardoso Silva Prefeitura Municipal de Benedito Novo. Unidade Básica de Saúde Santa Maria. Benedito Novo, Santa Catarina, Brasil.
  • Deisi Maria Vargas Universidade Regional de Blumenau (FURB). Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Blumenau, Santa Catarina, Brasil.
  • Luciane Coutinho de Azevedo Universidade Regional de Blumenau (FURB). Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Blumenau, Santa Catarina, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.115-129.2447

Resumo

Este estudo tem como objetivo identificar as percepções de adolescentes e profissionais de saúde e educação acerca das ações de promoção da saúde sexual e reprodutiva desenvolvidas no Programa Saúde na Escola. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa, realizado com 40 adolescentes e 11 profissionais de uma Escola de Educação Básica e 12 profissionais de uma Unidade Básica de Saúde do Sul do Brasil. As informações foram coletadas a partir da realização de Grupos Focais, as quais foram organizadas por meio do Discurso do Sujeito Coletivo e após foi realizada a Análise de Conteúdo. Nos discursos não foi identificada a participação dos adolescentes no planejamento ou avaliação das ações. Profissionais de saúde apontaram a necessidade da identificação de demandas que tenham significado para os adolescentes. Aposta-se em tecnologias de informação e comunicação, cooperação intersetorial e atuação da família. Professores reafirmaram seu papel de mediador no processo. Concluiu-se que é importante e necessário refletir e construir novas possibilidades de ações educativas de promoção da saúde sexual e reprodutiva com a participação ativa dos adolescentes.

Palavras-chave: Promoção da saúde; adolescente; atenção primária à saúde; promoção da saúde escolar; colaboração intersetorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-03-31

Como Citar

Doege, H., Dayanna Ferreira de Melo, L., Lucia Cardoso Silva, F., Maria Vargas, D., & Coutinho de Azevedo, L. (2022). Educação sexual e reprodutiva: percepções de adolescentes e profissionais de saúde e educação. Revista Thema, 21(1), 115–129. https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.115-129.2447

Edição

Seção

Ciências da Saúde