Uma análise sobre a relação entre as condições de trabalho e a saúde de professores estaduais em Educação Física de Pelotas – RS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.325-340.1744

Palavras-chave:

Educação física, saúde docente, condições de trabalho.

Resumo

O artigo objetiva analisar a relação entre as condições de trabalho e saúde dos professores de Educação Física que atuam no Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino de Pelotas no Rio Grande do Sul, na cidade de Pelotas. Como instrumento metodológico, utilizamos um questionário com perguntas abertas e fechadas intitulado Enquete Docente. Participaram 26 professores de 18 escolas urbanas e rurais que atuam no Ensino Médio Politécnico. Os dados foram analisados através da análise estatística descritiva e de conteúdo. Os resultados apontaram a influência negativa da intensificação e precarização do trabalho docente na qualidade de vida e do trabalho em três aspectos centrais: a) condições de infraestrutura: falta de recursos materiais e equipamentos; b) condições de trabalho: jornada exaustiva, multiempregos, desvalorização salarial; e, c) saúde física e mental: desmotivação, desgaste, estresse. Aproximadamente metade deles já utilizou medicamentos em razão decorrente do trabalho. As condições estruturais, o regime de trabalho, a baixa remuneração e a insatisfação com o atual plano de carreira, são aspectos que interferem negativamente nas condições objetivas de suas vidas e ocasiona o adoecimento.

Palavras-chave: Educação física; saúde docente; condições de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivan Bremm de Oliveira, Programa de Pós- Graduação em Educação Física (PPGEF/UFPel)

Doutorando em Educação Física (PPGEF/UFPel)

Mestre em Educação Física (PPGEF/UFPel)

Especialista em Educação Física Escolar (ESEF/UFPel)

Licenciado em Educação Física (ESEF/UFPel)

Técnico Adminstrativo Educação (IFSul/Campus Pelotas)

Leonardo Lemos Silveira, Programa de Pós- Graduação em Educação Física (PPGEF/UFPel)

Doutorando em Educação Física pela Universidade Federal de Pelotas no Programa de Pós-Graduação em Educação Física (UFPel/PPGEF)  Mestre em Educação Física (UFPel/PPGEF)  Especialista em educação pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFsul) e Licenciado em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física (UFPel/ESEF).

Giovanni Felipe Ernst Frizzo, Programa de Pós- Graduação em Educação Física (PPGEF/UFPel)

Professor Adjunto da Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas. Doutor em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS. Formado em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Tem experiência na área de Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, trabalho e educação, trabalho pedagógico, escola e mundo do trabalho.

 

Downloads

Publicado

2021-07-29

Como Citar

Oliveira, I. B. de, Silveira, L. L., & Frizzo, G. F. E. (2021). Uma análise sobre a relação entre as condições de trabalho e a saúde de professores estaduais em Educação Física de Pelotas – RS. Revista Thema, 19(2), 325-340. https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.325-340.1744

Edição

Seção

Ciências da Saúde