Comunidades em processos formativos de professores de ciências

Autores

  • Willian Rubira da Silva Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • Valmir Heckler Universidade Federal do Rio Grande - FURG

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.14.2017.199-218.731

Palavras-chave:

Formação de Professores, Comunidades, ENPEC.

Resumo

Apresentamos compreensões sobre as diferentes concepções de comunidade dentro do contexto da formação de professores de Ciências. Termos relacionados a comunidades no contexto de ensino e aprendizagem vem se tornando genéricos, dificultando compreensões de trabalhos da área no Brasil. Visualizamos a necessidade de significar concepções do termo em questão no contexto da sociologia e psicologia para então avançar nas compreensões mais abrangentes dentro da educação. Ampliamos o estudo com uma revisão dos trabalhos publicados nos anais do Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências correlacionando a formação de professores com as perspectivas teórico-práticas de comunidades em contexto educacional. Escolhemos os anais deste evento por ser um ponto de debate entre os pesquisadores na área de Educação em Ciências e que, desta maneira, nos possibilitou sistematizar diferentes concepções de comunidades. Essas foram agrupadas em 7 categorias emergentes distintas por aspectos teórico-práticos utilizados nos processos formativos de professores de Ciências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-06

Como Citar

Silva, W. R. da, & Heckler, V. (2017). Comunidades em processos formativos de professores de ciências. Revista Thema, 14(4), 199-218. https://doi.org/10.15536/thema.14.2017.199-218.731

Edição

Seção

Ciências Humanas