Depois que a banda passou

memórias sobre a Banda Marcial da Escola Técnica Federal de Pelotas (ETFPEL) e a conquista do tricampeonato estadual de bandas em 1970

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.248-264.2096

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar uma narrativa da extinta Banda Marcial da antiga Escola Técnica Federal de Pelotas (ETFPEL), tendo como eixo central a conquista do Tricampeonato Estadual de Bandas Marciais, em 1970. Foram entrevistados quatro membros da antiga Banda, cujas entrevistas ajudaram-nos a entender como se dava o processo de pertencimento da Banda nas décadas de 60 e 70. Na composição teórica da pesquisa, utilizamos a História Oral e a Fotografia como fonte histórica como método de coleta de dados, além dos estudos de documentos relativos à história da banda; posteriormente, a Análise de Conteúdo foi utilizada como técnica analítica para as entrevistas transcritas. As narrativas dos ex-membros da Banda evidenciam que eles mantêm um forte vínculo afetivo entre si e com a instituição até os dias atuais, o que nos permite entender a potencialidade do ambiente da Banda para além de apenas uma atividade atinente ao ensino da música.

Palavras-chave: Banda Marcial; Escola Técnica Federal de Pelotas; juventude.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-13

Como Citar

Velasco, R. de S., Montoito, R., & Barreiro, C. (2021). Depois que a banda passou: memórias sobre a Banda Marcial da Escola Técnica Federal de Pelotas (ETFPEL) e a conquista do tricampeonato estadual de bandas em 1970. Revista Thema, 19(2), 248-264. https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.248-264.2096

Edição

Seção

Linguística, Letras e Artes