A interdisciplinaridade nos componentes curriculares de cursos de licenciatura da área de ciências exatas e da terra

Autores

  • André Martins Alvarenga Universidade Federal do Pampa
  • Gionara Tauchen Universidade Federal do Rio Grande
  • Bruna Telmo Alvarenga Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.14.2017.151-166.486

Palavras-chave:

Currículo, Formação de professores, Interdisciplinaridade

Resumo

O objetivo deste artigo é mapear como licenciaturas da área das Ciências Exatas e da Terra, de instituições brasileiras, estão contemplando conteúdos referentes à formação interdisciplinar na organização dos componentes curriculares que integram seus currículos. Para a realização desta pesquisa, foi utilizada a abordagem qualitativa. Foram selecionados 50 cursos de licenciatura na área das Ciências Exatas e da Terra de instituições brasileiras. Após a localização dos cursos, foram mapeados os componentes curriculares que os integram, bem como as suas ementas, totalizando 2223 disciplinas. Para analisar os dados produzidos, utilizou-se a Análise de Conteúdo. Como alguns resultados da pesquisa, podemos destacar que, dos 50 cursos analisados, somente 7 informam desenvolver atividades interdisciplinares; aproximadamente 60% dos componentes analisados destinam-se a discutir conceitos disciplinares específicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Martins Alvarenga, Universidade Federal do Pampa

Possui graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2008). Mestre em Modelagem Computacional (área de Computação Científica e Modelagem Matemática) pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2011), na qual estudou o problema inverso associado à tomografia computadorizada por transmissão de raios-X. Doutor em Educação em Ciências (área de concentração ensino de Ciências e Matemática) pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2016), no qual estudou a formação de professores em currículos interdisciplinares. No ano de 2015, cursou doutorado sanduíche na Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), em Cabo Verde, na África, através do projeto de cooperação internacional Brasil/Cabo Verde para formação de profissionais em Ciências, Matemática e Tecnologias. Atualmente é professor Adjunto da Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA, campus Caçapava do Sul, onde atua desde 2011. Nessa instituição, ministra disciplinas na área de Matemática e de Ensino de Matemática, bem como coordena o subprojeto de Matemática no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID).

Gionara Tauchen, Universidade Federal do Rio Grande

Professora Adjunta da Universidade Federal do Rio Grande-FURG; Diretora de Pós-Graduação/Pró-Reitoria de Pequisa e Pós-Graduação; docente permanente dos Programas de Pós-Graduação em Educação e em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde; líder do grupo Rede de Estudos e Pesquisas em Educação Superior (www.repes.furg.br) e integrante do Núcleo de estudos em Epistemologia e Educação em Ciências. É bolsista Produtividade do CNPq. Possui graduação em Pedagogia (UFSM), mestrado em Educação (UFSM) e doutorado em Educação (PUC/RS) e Pós-doutorado em Ensino-aprendizagem na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), Moçambique. Coordenou o Programa de Pós-Graduação em Educação (2011-2013), Coordenadora de Acompanhamento à Pós-Graduação (2013-2016; coordenação de projeto de pesquisa aprovado Edital MCTI/CNPQ/Universal 14/2014 - Faixa A; no Edital FAPERGS- PQG 001/2013, Edital nº 33/2012 - Pró-Mobilidade Internacional (CAPES/AULP), Fulbright Especialists Program 2016 e participa do GT- CLACSO:Universidades e Políticas de Educação Superior (2016-2019). Coordena projetos e ações de cooperação, na área da educação, com a Universidade de Cabo Verde-UniCV, a Universidade Eduardo Mondlane-UEM, de Moçambique, a Universidade Katyavala Bwila, da Angola e a Universidade de Play Ancha, do Chile. Parecerista de revistas de educação brasileira: Linhas Críticas (UnB), Revista Científica da UEM (Moçambique), Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Educação em Revista (UFMG), Educação (UFSM) e Diálogo Educacional (PUCPR) e Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias (RREC). Publicou um conjunto de capítulos e de livros organizados e inúmeros artigos em periódicos da área. Dentre os livros, destacam-se: Docência e Políticas na Educação Superior; Educação Científica: pesquisas e experiências e Educação em Ciências: epistemologias, princípios e ações educativas; Ensino de Ciências e Investigação-ação educacional, entre outros. Integra o Conselho Editorial da Editora CRV e da Editora da UPF. Tem experiência docente e gestora na área educacional e investiga os seguintes temas: docência e políticas de Educação Superior, Educação Comparada, epistemologia, educação em ciências, formação de professores. E-mail para contato: giotauchen@gmail.com

Bruna Telmo Alvarenga, Universidade Federal do Rio Grande

Possui graduação em Pedagogia Licenciatura Plena (2013) pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG. Mestrado em Educação e é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde da Universidade Federal do Rio Grande - FURG. É integrante dos grupos de pesquisa: Rede de Estudos e Pesquisas em Educação Superior (REPES). Realiza pesquisas nas áreas: Educação Superior, Educação em Ciências, processos de ensino e aprendizagem, formação docente e Inclusão.

 

Downloads

Publicado

2017-08-05

Como Citar

Alvarenga, A. M., Tauchen, G., & Alvarenga, B. T. (2017). A interdisciplinaridade nos componentes curriculares de cursos de licenciatura da área de ciências exatas e da terra. Revista Thema, 14(3), 151-166. https://doi.org/10.15536/thema.14.2017.151-166.486

Edição

Seção

Ciências Humanas