Da narrativa literária à produção textual coletiva: remontando temas químicos no Ensino Fundamental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.14.2017.137-150.451

Palavras-chave:

Ensino Fundamental, Conceitos Químicos, Produção Textual, CTS.

Resumo

Este artigo descreve um relato de experiência com 22 alunos de uma turma do 3º ano do Ensino Fundamental, na faixa etária de 8 aos 12 anos, de uma escola municipal do terceiro distrito de Duque de Caxias (RJ). O desenvolvimento decorreu de atividades discursivas por meio da roda de conversas, tendo como eixo norteador as discussões um clássico dos Irmãos Grimm, “A Branca de Neve” na versão de Ana Maria Machado (2010). Os relatos iniciais das crianças indicaram o conceito atribuído à química como algo nocivo. Ao longo das conversas e das problematizações, novas respostas foram atribuídas quanto os benefícios ou malefícios que a química produz na vida das pessoas, chegando ao ponto de atribuírem ao homem a responsabilidade sobre o que fazer com o conhecimento científico produzido. O objetivo do enfoque CTS no ensino pode ser observado na construção do texto coletiva e nas representações criança sobre por meio do desenho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Ana Augusta dos Santos Oliveira, IFRJ

Professora alfabetizadora da rede Municipal de Educação de Duque de Caxias desde 2006. Exerceu até 2016 o cargo de Orientadora Pedagógica da rede Municipal Educação de Belford Roxo. Estudante de Mestrado em Ensino de Ciências no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ. Formada em Pedagogia pela Universidade Estácio de Sá (2005), especialista em Educação Psicomotora (2008) e em Gestão Escolar Integrada (2010) nas Faculdades Integradas de Jacarepaguá - FIJ. Dedica prática pedagógica, estudos e pesquisas às práticas de alfabetização e letramento e investiga práticas para o Ensino de Ciências e Letramento científico nos anos iniciais do Ensino Fundamental e Educação em CTS. Tem interesse nas áreas do desenvolvimento infantil e avaliação da aprendizagem.

Jorge Cardoso Messeder, IFRJ

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal Fluminense (UFF), mestrado e doutorado em Ciências pelo Instituto Militar de Engenharia (IME). A gênese de sua titulação acadêmica ocorreu na área da Química Orgânica, com ênfase em Síntese, onde atuou nos seguintes temas: síntese de fármacos e quimioprofilaxia da Doença de Chagas. Atualmente é professor Associado I do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro onde desenvolve trabalhos nas áreas de Ensino de Ciências/Química, junto aos cursos de Licenciatura em Química e Mestrado Profissional e Acadêmico em Ensino de Ciências. A sua produção acadêmica se concentra principalmente em temas sobre Ensino de Química/Ciências, tanto na Educação Básica como no Ensino Superior, tendo enfoques em: CTS, Práticas de Ensino, Produção de Materiais Educativos e Relações entre Ensino, Aprendizagem e Pesquisa.

Downloads

Publicado

2017-05-23

Como Citar

Oliveira, D. A. A. dos S., & Messeder, J. C. (2017). Da narrativa literária à produção textual coletiva: remontando temas químicos no Ensino Fundamental. Revista Thema, 14(2), 137-150. https://doi.org/10.15536/thema.14.2017.137-150.451

Edição

Seção

Ciências Humanas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)