Xadrez itinerante: teorizando a prática com auxílio das tecnologias de informação e comunicação

Autores

  • Fabiane Beletti da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - Campus Pelotas Visconde
  • Raymundo Carlos Machado Ferreira Filho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - Campus Pelotas Visconde
  • Vitor Hugo Borba Manzke Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - Campus Pelotas Visconde

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.13.2016.99-108.278

Palavras-chave:

Xadrez, Oficina, TICs, Ensino, Metodologias

Resumo

O presente trabalho visa relatar as atividades desenvolvidas na Oficina intitulada Xadrez Itinerante. A modalidade itinerante serviu para atingir o aluno na própria escola. Desde o primeiro momento da Oficina foi priorizado o estudo teórico do xadrez. Como recurso didático foram utilizadas apresentações de slides, e para fins de divulgação, a ferramenta blog, onde as atividades foram relatadas através de textos, fotos e vídeos, na tentativa de integrar conhecimentos clássicos, como o xadrez, e novas tecnologias de informação e comunicação. As atividades foram desenvolvidas em três escolas da rede municipal de Canguçu/RS, sendo que para este relato optou-se por dissertar a respeito da experiência piloto realizada em uma das escolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiane Beletti da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - Campus Pelotas Visconde

Mestranda pelo Programa de Pós-graduação em Ciências e Tecnologias na Educação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - Campus Pelotas Visconde da Graça. Especialista em Ciências e Tecnologias na Educação pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - Campus Pelotas Visconde da Graça (2013). Licenciada em Matemática pela Universidade Católica de Pelotas (2005). . Com experiência em Pré-Vestibular e Ensino Fundamental e Educação à Distância. Atuando principalmente nos seguintes temas: Acessibilidade em Conteúdo, Inclusão, Formação Continuada de Professores, Xadrez escolar e cinema acessível. Experiência em mídias na educação.

Raymundo Carlos Machado Ferreira Filho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - Campus Pelotas Visconde

Doutor em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008), ex-Coordenador Geral de Tecnologias da Educação da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação e, atualmente, professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul). Coordenador do Núcleo de Apoio a Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNE) do Campus Pelotas Visconde da Graça do IFSUL. Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências e Tecnologias na Educação desta instituição. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino e Gestão e Monitoramento de Políticas Públicas para Educação Básica, atuando principalmente nos seguintes temas: formulação e implementação de políticas públicas, gestão e monitoramento de políticas públicas, tecnologia educacional, educação tecnológica, tecnologias da informação e comunicação, informática na educação, educação a distância e educação especial.

Vitor Hugo Borba Manzke, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - Campus Pelotas Visconde

Graduado em Ciências Biológicas/Licenciatura Plena (UCPel/1985); Especializações em Biologia Celular (PUC/RS, 1987); Mestrado em Educação e Ciências (UFSC/1999); Doutorado em Ciências Biológicas pela Universidade de León/Espanha (ULe/2005) e Pós-Doutorado em Didática das Ciências Experimentais - Faculdade de Educação da ULe (2010). Foi professor da Universidade Federal de Pelotas/UFPel-RS e atualmente é professor do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense, Campus Pelotas Visconde da Graça-CaVG/IFSul. Atua como docente nos cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas, Química e Física. Ex-Coordenador do Curso de Ciências Biológicas. Professor e Coordenador Adjunto no Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologia em Educação(Especialização e Mestrado) do IFSul/CaVG. Atua como consultor: em diversos Programas da CAPES e na Universidade de Concepción/Chile; É Coordenador Nacional de "Pasantías", no Brasil, para o Programa de Apoio ao Setor Educacional do Mercosul - PASEM. Tem experiência nas áreas de: Biologia Animal; Educação Ambiental, Educação - Ensino de Biologia e de Ciências na Educação Básica; na área de Didática das Ciências Experimentais e da Popularização das Ciências. Ministra cursos de Formação Continuada de Professores. É Coordenador Geral do PRONECIM/IFSul - Programa Núcleo de Estudos de Ciências e Matemática. Ministra cursos de formação continuada de professores em instituições estrangeiras como o Instituto Politécnico de Bragança - IPB/Portugal , na Universidade de León/Espanha e Concepción/Chile. Ex-Coordenador Nacional da Área de Meio Ambiente do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, Ex-Superintendente de Formação Continuada de Professores da UFPel, onde foi Pró-Reitor de Extensão e Cultural. Tem livros publicados na área de educação.

Downloads

Publicado

2016-09-24

Como Citar

da Silva, F. B., Ferreira Filho, R. C. M., & Manzke, V. H. B. (2016). Xadrez itinerante: teorizando a prática com auxílio das tecnologias de informação e comunicação. Revista Thema, 13(2), 99-108. https://doi.org/10.15536/thema.13.2016.99-108.278

Edição

Seção

Ciências Humanas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)