Contribuições da metodologia de Resolução de Problemas para o ensino de Probabilidade e Estatística

mapeamento de dissertações

Autores

  • Jean Paixão Oliveira Secretaria Municipal de Educação de Amargosa
  • Darlan de Castro Farias Secretaria Municipal de Educação de Amargosa
  • Zulma Elizabete de Freitas Madruga Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.429-443.2328

Resumo

Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa que teve como objetivo analisar as contribuições da metodologia de Resolução de Problemas para o ensino de Probabilidade e Estatística, por meio do mapeamento de teses e dissertações. Como abordagem metodológica realizou-se uma pesquisa bibliográfica utilizando como procedimentos o “Mapeamento na Pesquisa Educacional”, para levantamento, organização e análise dos dados. Os dados foram constituídos a partir da seleção de seis dissertações publicadas no banco de dados da CAPES, entre 2009 a 2019. Para a análise, estabelecemos quatro categorias definidas a priori: a) referenciais teóricos da pesquisa; b) problemas investigados e interesses de pesquisa; c) metodologias utilizadas; e, d) principais resultados e contribuições para o avanço do tema na área. Os resultados permitiram identificar aproximações teóricas e metodológicas entre os trabalhos analisados e se evidenciou convergência no que se refere aos estudos acerca da Resolução de Problemas enquanto metodologia de ensino.

Palavras-chave: Mapeamento; tratamento da informação; ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Darlan de Castro Farias, Secretaria Municipal de Educação de Amargosa

Pós-graduado, lato senso em Psicopedagogia e Educação Especial pela Faculdade Dom Alberto. Pós-graduado, lato senso no Ensino de Matemática pela Universidade Cândido Mendes (UCAM). Licenciado em Matemática pela Universidade Federal do Recôncavo da Baha - (UFRB). Participou do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). Técnico em Agroindústria pelo Centro Territorial do Vale do Jequriçá (CETEP). Atuou como Educador no Programa Todos Pela Educação -TOPA (2010). Atuou como professor dos anos iniciais na área da Educação de Jovens e Adultos - EJA (2012 - 2014). Atuou com professor de Matemática (2017 - 2020) e Mediador de Matemática no Programa Novo Mais Educação (2017 e 2018), ambos na rede Municipal de Amargosa - BA. Atou como tutor no Curso de Licenciatura em Matemática EAD/UESB (2020). Atualmente é Preceptor (Educação do Campo) na escola Júlio Pinheiro dos Santos (2019 - 2022) e professor de Matemática na Rede Municipal de Amargosa-BA

Zulma Elizabete de Freitas Madruga, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Doutora em Educação em Ciências e Matemática (PUCRS), Mestra em Educação em Ciências e Matemática, Especialista em Educação Matemática, Especialista em Educação com Ênfase em Gestão de Polos, Licenciada em Matemática e Licenciada em Pedagogia. Professora adjunta de Ensino de Matemática no Centro de Formação de Professores - CFP da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB, líder do Grupo de Pesquisa em Educação Matemática do Recôncavo da Bahia - GPEMAR e professora permanente do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática - PPGECM da Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Downloads

Publicado

2022-06-01

Como Citar

Paixão Oliveira, J., de Castro Farias, D., & de Freitas Madruga, Z. E. (2022). Contribuições da metodologia de Resolução de Problemas para o ensino de Probabilidade e Estatística: mapeamento de dissertações. Revista Thema, 21(2), 429–443. https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.429-443.2328

Edição

Seção

Ciências Humanas