Modelagem matemática e análise das ações públicas de distanciamento social para contenção da COVID-19 em Araranguá/SC

Autores

  • Jônatas Inácio de Freitas Instituto Federal de Santa Catarina
  • Rodrigo da Costa Lima

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V20.Especial.2021.361-386.2021

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar as consequências das medidas públicas para regulação do distanciamento social como contenção da COVID-19, em nível municipal, em Araranguá, Santa Catarina. Foram compilados os decretos e portarias municipais sobre o tema e tabulados os dados de casos da doença divulgados pela Prefeitura Municipal. Foram analisados os dados de mobilidade em setores econômicos do Google Analytics. Um modelo matemático baseado no modelo SIR de Kermack e McKendrick (1927) foi construído e resolvido utilizando o software Geogebra. O coeficiente de determinação R2≈1 indicou um bom ajuste do modelo aos dados reais. As simulações indicaram a possibilidade de contaminação de até 90% da população se mantido o número básico de reprodução R0 próximo a 2,5. Medidas legais mais rígidas de distanciamento social seriam capazes de evitar quase todos os óbitos por COVID-19 de residentes no município. A análise estatística revelou correlação forte entre a mobilidade em setores econômicos e os casos confirmados da doença, com maior influência do setor de varejo e lazer.

Palavras-chave: COVID-19; modelagem matemática; políticas públicas; SIR.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-29

Como Citar

de Freitas, J. I., & da Costa Lima, R. (2021). Modelagem matemática e análise das ações públicas de distanciamento social para contenção da COVID-19 em Araranguá/SC. Revista Thema, 20, 361–386. https://doi.org/10.15536/thema.V20.Especial.2021.361-386.2021

Edição

Seção

Ciências Exatas e da Terra