A Origem Histórica do Conceito de Área de Preservação Permanente no Brasil

Autores

  • Glaucus Vinicius Biasetto Ribeiro fepam

Palavras-chave:

Palavras-chave, história do Brasil, áreas de preservação permanente, legislação ambiental

Resumo

RESUMO

A nossa atualidade vem sendo marcada por uma crescente preocupação com as questões ligadas ao meio ambiente e com a preservação do nosso planeta. De uma maneira geral o aquecimento global, a influência antrópica, a degradação de ambientes naturais, os processos ecológicos, a biodiversidade, a sustentabilidade, bem como a cidadania ambiental tem se tornado temas de discussão nas diversas esferas de convívio social.

Dentro da história brasileira podemos identificar uma série de regramentos de caráter ambiental considerando-se como marco a Lei 4.771 de 15 de setembro de 1965, que instituiu o novo Código Florestal Brasileiro. Ao longo do presente artigo procuraremos investigar a origem da conceituação das áreas de preservação permanentes, tema alvo de grandes discussões na atualidade, tal qual surgiu e foi inserida na legislação brasileira, procurando recuperar esse aspecto específico da história do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glaucus Vinicius Biasetto Ribeiro, fepam

Bacharel em História pela UFRGS

Geólogo da Fepam

Downloads

Publicado

2011-06-14

Como Citar

Ribeiro, G. V. B. (2011). A Origem Histórica do Conceito de Área de Preservação Permanente no Brasil. Revista Thema, 8(1). Recuperado de https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/67

Edição

Seção

Ciências Humanas