A pesquisa na formação do universitário

iniciação científica como espaço de possibilidades entre os acadêmicos da área da saúde

Autores

  • Helder Matheus Alves Fernandes Faculdade Nova Esperança de Mossoró (FACENE)
  • Elane da Silva Barbosa Universidade Estadual do Ceará - UECE

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.1110-1121.2790

Resumo

Objetiva-se relatar a experiência de acadêmicos da área da saúde de instituição privada na realização de atividades de iniciação científica (IC). Trata-se de relato de experiência, elaborado a partir das vivências de bolsistas não remunerados em projeto de pesquisa, vinculado ao Programa de Iniciação Cientifica e Extensão (PROICE) da Faculdade Nova Esperança de Mossoró – (FACENE/RN) dos cursos de Biomedicina, Farmácia e Nutrição, no laboratório de química. As vivências na IC propiciaram estímulo ao pensamento científico e à produção de conhecimento, favorecendo aos estudantes as relações interpessoais entre o mundo da graduação, pós-graduação e interdisciplinaridade, aproximando-se ainda mais na produção acadêmico-científica, e por fim, domínio das técnicas laboratoriais, viabilizando um diferencial no mercado de trabalho e/ou acadêmico. Conclui-se que a IC é uma experiência que se configura como uma fonte de saberes e práticas articulada com o senso crítico-reflexivo-comportamental na formação de novos pesquisadores para entender a relevância da pesquisa para sua vida pessoal, profissional, para a comunidade científica e a sociedade.

Palavras-chave: Formação acadêmica; iniciação científica; pesquisa; ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-01-04

Como Citar

FERNANDES, H. M. A.; BARBOSA, E. da S. A pesquisa na formação do universitário: iniciação científica como espaço de possibilidades entre os acadêmicos da área da saúde. Revista Thema, Pelotas, v. 21, n. 4, p. 1110–1121, 2023. DOI: 10.15536/thema.V21.2022.1110-1121.2790. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2790. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Ciências Humanas