A pandemia e o ensino remoto

desafios na formação dos licenciados em Computação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.826-845.2755

Resumo

A partir das conversas com alunos de um Instituto Federal de Educação buscamos compreender os aspectos da formação profissional e o processo de constituição das suas identidades docentes por meio da participação do Programa de Residência Pedagógica, desempenhado em escolas públicas num contexto pandêmico de ensino não presencial. As conversas foram estabelecidas por meio de entrevistas abertas e semiestruturadas, transcritas e analisadas pela metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo, que permitiu construir discursos-síntese e metadiscursos que representam o pensamento de uma coletividade. A pesquisa verificou o contraste entre os estudos acadêmicos acerca da adoção do ensino híbrido e do emprego das metodologias ativas numa realidade acadêmica compatível, numa prática possível de um contexto social precário onde a utilização desta possibilidade tecnológica não acontece de forma eficiente e uniforme. Ficou visível que apesar das dificuldades relatadas, o futuro professor, mostrou-se determinado, preocupado e dedicado com o processo de ensinar e aprender.

Palavras-chave: Ensino remoto; experiência docente; pandemia; residência pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

César Costa Machado, IFSUL- campus Pelotas

Doutor em Educação e Ciências pela FURG (2017), Mestre em Ciência da Computação pela UFRGS (2002), Especialista em Ciência da Computação pela UCPel (1999), Graduado em Engenharia Elétrica pela UCPel (1995). Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do IFSul. Desenvolve pesquisa na área de Educação, com ênfase em Tecnologias Educacionais, Informática na Educação, Educação a Distância e Gestão da Educação Mediada por Tecnologia.

Downloads

Publicado

2022-10-14

Como Citar

MACHADO, C. C.; LEMOS SAINZ, R.; OURIQUE DO NASCIMENTO, C. A pandemia e o ensino remoto: desafios na formação dos licenciados em Computação. Revista Thema, Pelotas, v. 21, n. 3, p. 826–845, 2022. DOI: 10.15536/thema.V21.2022.826-845.2755. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2755. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Ciências Humanas