A licenciatura em química na educação profissional e a prática como componente curricular

os anais do ENPEC 2009 a 2019

Autores

  • Rosa Vasconcelos Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE
  • Elton Casado Fireman Universidade Feeral de Alagoas - UFAL

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.802-828.2206

Resumo

Objetivou-se, por meio do estudo, levantar dados sobre a produção acadêmica relativa à Prática como Componente Curricular nos Anais do Encontro Nacional de Educação em Ciências de 2009 a 2019, buscando identificar a produção sobre o tema nas licenciaturas em química da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, com vistas a apreender as discussões acerca das concepções de prática expressas nessas investigações. A pesquisa caracteriza-se como qualitativa, exploratória e bibliográfica, do tipo denominado estado da arte. Os dados coletados foram categorizados por: área temática; Instituição e UF; área do conhecimento; objeto, natureza e metodologia da pesquisa; procedimentos/instrumentos de coleta de dados e técnica de análise dos dados e resultados. A análise foi realizada com base no referencial teórico adotado e nos pressupostos iniciais da investigação. Como resultados da pesquisa identificou-se que a discussão sobre o tema é embrionária na formação de professores em ensino de ciências; uma incipiente produção sobre prática como componente curricular na licenciatura em química, nenhuma produção sobre o tema na RFEPT, e um silenciamento sobre as concepções de prática.

Palavras-chave: Concepções de prática; prática como componente curricular; formação de professores; ENPEC; licenciatura em Química.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosa Vasconcelos, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE

Doutora em Educação UFAL (2016-2019). Linha de Pesquisa: Educação em Ciências e Matemática. Eixo 1 - Formação de professores que ensinam ciências e matemática. Grupo: Formação de Professores e Ensino de Ciências. Mestra em Educação Contemporânea pela UFPE/CAA (2014), Linha de Pesquisa: Formação de Professores e Processos de Ensino e Aprendizagem. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Pernambuco (1999). Especialista em Administração Escolar e Planejamento Educacional pela UFPE(2002), Tecnologias na Educação pela PUC-RJ(2007) e Especialização em Gestão Pública pelo IFPE - UAB(2011). Pedagoga e Professora EBTT no IFPE atuando na Lice nciatura em Matemática e Geografia. É pesquisadora membro do Grupos de Pesquisa denominados Educação: Políticas e Práticas Pedagógicas; e Pesquisa Educacional em Educação a Distância. Presidente da CPA IFPE (2018 até a presente data).

Elton Casado Fireman, Universidade Feeral de Alagoas - UFAL

Possui graduação em Física-Bacharelado pela Universidade Federal de Alagoas (1995), mestrado em Física da Matéria Condensada pela Universidade Federal de Alagoas (1997) e doutorado em Física pela Universidade Federal de São Carlos (2002). Atualmente é professor associado 4 da Universidade Federal de Alagoas, atuando nos Programas de Pós-Graduação em Educação Brasileira e de Ensino de Ciências e Matemática, orientando alunos de mestrado e doutorado. Tem experiência na área de Educação, com ênfase no Ensino de Ciências para os Anos Iniciais, pautados na Alfabetização Científica e no Ensino por Investigação, e na Formação de Professores para o Ensino de Ciências, desenvolve, também, estudos que envolvem a prática do professor com o uso de TIC e de outras ferramentas didático-pedagógicas no Ensino de Ciências e Matemática.

Downloads

Publicado

2021-12-28

Como Citar

Vasconcelos, R., & Casado Fireman, E. (2021). A licenciatura em química na educação profissional e a prática como componente curricular: os anais do ENPEC 2009 a 2019. Revista Thema, 19(3), 802–828. https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.802-828.2206

Edição

Seção

Ciências Humanas