Resenha do livro "A Tecnologia é boa para a Educação?" de Neil Selwyn

Autores

  • Marly Kruger de Pesce Universidade da Região de Joinville, Pró-reitoria de pesquisa e pós-graduação. Rua Paulo MalschitzkiZona Industrial Norte89219710 - Joinville, SC - Brasil http://orcid.org/0000-0002-8195-7634

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.359-362.1727

Palavras-chave:

Tecnologias digitais, educação, reflexão crítica

Resumo

Esta resenha apresenta as ideias de Neil Selwyn sobre as implicações da inserção das tecnologias na educação abordadas no livro A tecnologia é boa para a educação?. O autor discute sobre as complexidades sociais, políticas, econômicas e culturais que subjazem a Educação Tecnológica – EdTec. Seu estilo de escrita suscita reflexões sobre diversos aspectos que implicam o uso da tecnologia. Ele busca provocar o leitor a se questionar sobre como as mudanças sociais e culturais ocasionadas pela tecnologia podem marginalizar uma parte da população mundial.

Palavras-chave: Tecnologia; educação; visão crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marly Kruger de Pesce, Universidade da Região de Joinville, Pró-reitoria de pesquisa e pós-graduação. Rua Paulo MalschitzkiZona Industrial Norte89219710 - Joinville, SC - Brasil

Doutorado em Educação- Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo- PUC SP. Mestrado em Educação pela Fundação Universidade Regional de Blumenau. Licenciada em Letras pela Universidade da Região de Joinville. Professora efetiva do Programa de Pós-graduação em Educação e do curso de Letras em disciplinas como Linguística Aplicada e Metodologia em Língua Estrangeira, Estágio e Análise do Discurso. Realiza pesquisas sobre formação e condições do trabalho docente, letramento, análise crítica do discurso, uso das tecnologias digitais na educação.

Downloads

Publicado

2022-05-20

Como Citar

Pesce, M. K. de. (2022). Resenha do livro "A Tecnologia é boa para a Educação?" de Neil Selwyn. Revista Thema, 21(2), 359–362. https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.359-362.1727

Edição

Seção

Ciências Humanas