Metodologias ativas e tecnologias digitais no ensino de Ciências

uma investigação com licenciandos e professores em serviço

Autores

  • Camila Maria Bandeira Scheunemann Universidade Luterana do Brasil
  • Caroline Medeiros Martins de Almeida Universidade Luterana do Brasil
  • Paulo Tadeu Campos Lopes Universidade Luterana do Brasil

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.743-759.1512

Palavras-chave:

Metodologias ativas, tecnologias digitais, ensino de Ciências, formação de professores.

Resumo

As metodologias ativas e as tecnologias digitais vêm ganhando espaço nos contextos de ensino contemporâneos, tornando-se necessária a inclusão desta temática na formação de professores, tanto inicial, quanto continuada, a fim de prepará-los reflexiva e criticamente para o seu uso. Esta pesquisa teve por objetivo verificar e analisar as concepções e opiniões de licenciandos e professores atuantes sobre as metodologias ativas e tecnologias digitais no ensino de ciências. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de cunho exploratório. Foi realizado um minicurso para licenciandos e professores em atuação sobre metodologias ativas e tecnologias digitais no ensino de ciências. Os dados foram coletados por meio de questionários de pré e pós-teste e analisados pela análise de conteúdo. Observou-se, inicialmente, que os participantes confundiam metodologias ativas com recursos tecnológicos, visão que se modificou parcialmente após o minicurso. Entre as metodologias mais citadas, destacaram-se as experiências (aulas práticas) no pré-teste, e a sala de aula invertida, jogos e método do caso no pós-teste. Os professores dizem acreditar no potencial das metodologias ativas e das tecnologias digitais como auxílio para o ensino e a aprendizagem de ciências.

Palavras-chave: Metodologias ativas; tecnologias digitais; ensino de Ciências; formação de professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Maria Bandeira Scheunemann, Universidade Luterana do Brasil

Possui graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura) pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (2013). Especialização em Metodologia do Ensino na Educação Superior pelo Centro Universitário Internacional UNINTER (2016). Especialização em Metodologia do Ensino de Biologia e Química pelo Centro Universitário Internacional UNINTER (2015). Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Luterana do Brasil (2018). Doutoranda em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Luterana do Brasil.

Caroline Medeiros Martins de Almeida, Universidade Luterana do Brasil

Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Luterana do Brasil, Brasil(2018)
Pós-doutorado da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior , Brasil

Paulo Tadeu Campos Lopes, Universidade Luterana do Brasil

Doutorado em Fitotecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil(1999)
professor adjunto da Universidade Luterana do Brasil , Brasil

Downloads

Publicado

2021-12-02

Como Citar

Scheunemann, C. M. B., de Almeida, C. M. M., & Lopes, P. T. C. (2021). Metodologias ativas e tecnologias digitais no ensino de Ciências: uma investigação com licenciandos e professores em serviço. Revista Thema, 19(3), 743-759. https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.743-759.1512

Edição

Seção

Ciências Humanas