Reação de genótipos de cenoura a queima das folhas na região do Alto Vale do Itajaí/SC

Autores

  • Leandro Luiz Marcuzzo Instituto Federal Catarinense - IFC/Campus Rio do Sul
  • Vandréia Ricobom Teixeira Prefeitura municipal de Rio do Sul/SC

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.16.2019.4-9.1015

Palavras-chave:

Daucus carota, Genótipos, Resistência, Alternaria dauci.

Resumo

A cenoura é uma hortaliça de elevado valor nutritivo, sendo provavelmente umas das principais fontes de β-caroteno, no entanto a queima das folhas (Alternaria dauci) tem comprometido a cultura em decorrência da severa incidência foliar. Diante desse aspecto, o objetivo do trabalho foi avaliar a reação dos seguintes genótipos à queima das folhas: Alvorada calibrada média; Brasília; Brazlândia, Ferracini, Flakee; Nantes; Nantes Express e Suprema calibrada média nas condições da Região do Alto Vale do Itajaí/SC. Os dados de severidade foram integralizados pela área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD) e junto com a severidade final e da produtividade foram comparadas pelo teste Scott-Knott 5%. Não houve diferença na AACPD entre os genótipos e a severidade final foi estaticamente superior nos genótipos Nantes (57,3%) e Nantes Express (53,5%). A produtividade foi superior no Brasília e inferior no Nantes Express com 112.743 e 50.054 Kg.ha-1 respectivamente nas condições do Alto Vale do Itajaí/SC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Luiz Marcuzzo, Instituto Federal Catarinense - IFC/Campus Rio do Sul

Professor

Vandréia Ricobom Teixeira, Prefeitura municipal de Rio do Sul/SC

Eng, agrônoma

Downloads

Publicado

2019-05-01

Como Citar

Marcuzzo, L. L., & Teixeira, V. R. (2019). Reação de genótipos de cenoura a queima das folhas na região do Alto Vale do Itajaí/SC. Revista Thema, 16(1), 4-9. https://doi.org/10.15536/thema.16.2019.4-9.1015

Edição

Seção

Ciências Agrárias