A evasão na Educação a Distância: analisando a realidade do Curso Técnico em Alimentação Escolar do programa PROFUNCIONARIO no Campus Pelotas do IFSUL

Autores

  • Ana Luiza Nobre IF Sul - Campus Pelotas
  • Janete Otte IF Sul

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.14.2017.313-327.428

Palavras-chave:

educação a distância, profuncionário, evasão

Resumo

Este trabalho busca investigar as causas da evasão escolar na Educação a Distância. A título de estudo de caso focamos no curso Técnico em Alimentação Escolar do programa PROFUNCIONÁRIO, do Instituto Federal Sul-rio-grandense, no câmpus Pelotas. Apresentamos diálogo com autores que discutem o tema, fizemos entrevistas semiestruturadas com dois coordenadores do programa e com alunos evadidos, buscando quantificar e qualificar os resultados. Ao final, criamos gráficos exemplificativos e concluímos que o maior índice de evasão se dá no início do curso, bem como as razões variam entre tempo, saúde e dinheiro, sendo poucos os que não se adaptaram à modalidade a distância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luiza Nobre, IF Sul - Campus Pelotas

Advogada

Especialista em Direito Penal e Processo Penal - UniRitter Especialista em Educação Profissional com Habilitação para Docência - IFSul

Mestranda em Direito e Justiça Social

Janete Otte, IF Sul

Professora efetiva do IFSul, Câmpus Pelotas.

Mestre em Educação pela UNB.

Doutora em Educação pela UFPel. Orientadora.

Downloads

Publicado

2017-08-05

Como Citar

Nobre, A. L., & Otte, J. (2017). A evasão na Educação a Distância: analisando a realidade do Curso Técnico em Alimentação Escolar do programa PROFUNCIONARIO no Campus Pelotas do IFSUL. Revista Thema, 14(3), 313-327. https://doi.org/10.15536/thema.14.2017.313-327.428

Edição

Seção

Ciências Sociais Aplicadas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)