IMAGINÁRIO E TECNOLOGIA: POR UMA POÉTICA DO INTELECTO

Alexandre Vergínio Assunção

Resumo


A intenção do texto é a de mostrar as possíveis relações entre o imaginário e a tecnologia, em seu sentido amplo. A atividade do pensamento técnico-científico, desde a renascença de Galileu e Bacon, é inseparável de processos racionais e métodos rigorosos aos quais fornece a sua eficiência e a sua validade. A tecnologia e a ciência ilustram os poderes da razão que triunfa “ostentosamente” nas suas produções.  Contudo, estaria a imaginação ausente desse processo? O imaginário do tecnólogo desempenharia apenas um papel negativo de obstáculo ou de preconceito às suas produções? O imaginário e a racionalidade seriam totalmente antagônicos? Ainda que se tenha, desde há muito tempo, afirmado esta oposição epistemológica e cultural entre imaginário e tecnologia, a evolução recente dos processos industriais e científicos conduziu a uma melhor identificação das suas interferências ou convergências ocultas. 

Palavras-chave


Imaginário. Tecnologia. Epistemologia. Razão Aberta

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.11.2014.21-34.171

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref            

Logotipo do Latindex