O imaginário do design: ensaio filosófico sobre os discursos do design

Autores

  • Marcos Namba Beccari Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.15536/2594-4398.2017.v1.n01.pp.65-83

Resumo

Este artigo apresenta uma reflexão filosófica a respeito das proposições que engendram os discursos paradigmáticos do design. Após uma breve contextualização do discurso funcionalista, discorro sobre algumas distinções (natureza x artifício, design x arte) que servem como princípios de uma mesma campanha que busca pleitear “seriedade” ao design. Por fim, proponho que a dimensão estética do design oferece uma imagem do que somos socialmente, como compreensão sensível das mediações simbólicas que nos perfazem. O objetivo geral, portanto, é problematizar o imaginário do design, contrapondo a imagem que os designers fazem de si mesmos à amplitude que o design assume enquanto modo de ser contemporâneo.

Biografia do Autor

Marcos Namba Beccari, Universidade Federal do Paraná

Doutor em Educação na Universidade de São Paulo (USP). Graduado em Design Gráfico e Mestre em Design, ambos pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professor do Depto. de Design UFPR e do PPG-Design UFPR. Pesquisador nos grupos: NAVIS - Núcleo de Artes Visuais (UFPR e UNESPAR), Design Colaborativo e Co-Criação (UFPR), GEIFEC - Grupo de Estudos sobre Itinerários de Formação em Educação e Cultura (USP), Lab_Arte - Laboratório Experimental de Arte-Educação & Cultura (USP). Autor do livro "Articulações Simbólicas: uma nova filosofia do design" (2ab, 2016) e co-autor do livro "Existe design? Indagações filosóficas em três vozes" (2ab, 2013). Coordenador do site Não Obstante e colunista fixo da revista abcDesign. Influenciado principalmente pela filosofia de Nietzsche, dedica-se a pesquisar Filosofia Contemporânea, Filosofia Trágica, Hermenêutica, Estética e Estudos da Visualidade.

Downloads

Publicado

2017-09-08

Como Citar

BECCARI, M. N. O imaginário do design: ensaio filosófico sobre os discursos do design. Revista Poliedro, Pelotas, Brasil, v. 1, n. 01, p. 065-083, 2017. DOI: 10.15536/2594-4398.2017.v1.n01.pp.65-83. Disponível em: http://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/poliedro/article/view/749. Acesso em: 31 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos