Diagnóstico de parâmetros de qualidade do rio Gravataí no interior da Área de Proteção Ambiental (APA) do Banhado Grande, RS, e a detecção de situação de criticidade

Autores

  • Manuela Boucinha Rodrigues Departamento de Pesquisa e Análises Laboratoriais, Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler - FEPAM/RS, Programa de Iniciação Científica PROBIC-FAPERGS/FEPAM
  • Katia Helena Lipp-Nissinen Departamento de Pesquisa e Análises Laboratoriais, Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler - FEPAM/RS, Av. Borges de Medeiros, 261, Porto Alegre, RS, 90.020-021, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.1137-1153.881

Palavras-chave:

Monitoramento, Nitrogênio amoniacal, Qualidade da água, Turbidez, Unidade de conservação

Resumo

A Área de Proteção Ambiental do Banhado Grande (APABG), unidade de conservação de uso sustentável do Rio Grande do Sul (RS), abriga áreas úmidas importantes à dinâmica da Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí (BHRG) e à prestação de serviços ecossistêmicos. Realizou-se um diagnóstico, interpretando-se resultados de análises de amostragens (janeiro/2011 a janeiro/2013) nos três pontos da rede de monitoramento do rio Gravataí no interior da APABG. Avaliaram-se os parâmetros de qualidade hídrica: demanda bioquímica de oxigênio, nitrogênio amoniacal, turbidez e Escherichia coli. Detectaram-se valores indicativos de graves perturbações, afetando abastecimentos público, industrial e agrícola. Nitrogênio e turbidez indicaram os resultados mais preocupantes, o primeiro em janeiro de 2011 e 2012 e o último em janeiro e novembro de 2012, quando foi decretada situação de emergência na BHRG. Manejo inadequado do sistema de cultivo de arroz pré-germinado, agravado por estiagens e uso de fertilizantes, foi apontado como o responsável. O estudo demonstrou a importância do atendimento às condicionantes de licenciamento e do monitoramento para a manutenção da qualidade ambiental em áreas protegidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manuela Boucinha Rodrigues, Departamento de Pesquisa e Análises Laboratoriais, Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler - FEPAM/RS, Programa de Iniciação Científica PROBIC-FAPERGS/FEPAM

Aluna de Engenharia Ambiental na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Bolsista de Iniciação Científica do Programa PROBIC-FAPERGS/FEPAM no Departamento de Pesquisa e Análises Laboratoriais da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler -FEPAM/RS.

Katia Helena Lipp-Nissinen, Departamento de Pesquisa e Análises Laboratoriais, Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler - FEPAM/RS, Av. Borges de Medeiros, 261, Porto Alegre, RS, 90.020-021, Brasil.

Bióloga, Mestre em Ciencias Biólogicas (UFRGS, Porto Alegre) e Doutora em Biologia Molecular e Celular (University of Manchester, Inglaterra), Pesquisadora do Departamento de Pesquisa e Análises Laboratoriais da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler - FEPAM/RS.

Downloads

Publicado

2018-08-14

Como Citar

Rodrigues, M. B., & Lipp-Nissinen, K. H. (2018). Diagnóstico de parâmetros de qualidade do rio Gravataí no interior da Área de Proteção Ambiental (APA) do Banhado Grande, RS, e a detecção de situação de criticidade. Revista Thema, 15(3), 1137–1153. https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.1137-1153.881

Edição

Seção

Outros (Bioética, Ciências Ambientais, Defesa, Divulgação Científica)