Um Estado da Arte sobre os aspectos subjetivos nas pesquisas em Educação Matemática

Autores

  • Letícia de Queiroz Maffei Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • João Alberto da Silva Universidade Federal do Rio Grande - FURG

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.439-454.869

Palavras-chave:

Subjetividade, Estado da Arte, Educação Matemática.

Resumo

Este artigo se caracteriza como um estudo de Estado da Arte que procura a compreensão de como a comunidade brasileira de pesquisadores em Educação Matemática tem discutido e abordado os aspectos subjetivos da/na relação com esta área do conhecimento. O corpus de análise considerado neste estudo são publicações realizadas, no período entre 2006 e 2015, nos anais do Encontro Nacional de Educação Matemática (ENEM) e do Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática (SIPEM), bem como na revista BOLEMA (Boletim de Educação Matemática). A pesquisa permitiu que emergissem três eixos temáticos nos quais se distribuíram os estudos: ser professor, vínculos com a Matemática e escritas de si. Eixos que conforme foram sendo explorados mostraram-se atravessados pela subjetividade e com fortes conexões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia de Queiroz Maffei, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Doutorando - Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências - FURG

Mestre em Ensino de Ciências e Matemática - UFPel

Licenciada em Pedaogiga - UFPel

Licenciada em Matemática - UFPel

Downloads

Publicado

2018-05-22

Como Citar

Maffei, L. de Q., & da Silva, J. A. (2018). Um Estado da Arte sobre os aspectos subjetivos nas pesquisas em Educação Matemática. Revista Thema, 15(2), 439-454. https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.439-454.869

Edição

Seção

Ciências Exatas e da Terra