Menores Principais de Matrizes Hermitianas: a negatividade para estados puros de n qubits.

Autores

  • João Luzeilton de Oliveira Faculdade de Educação Ciências e Letras do Sertão Central - FECLESC Universidade Estadual do Ceará - UECE

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.63-78.572

Palavras-chave:

Menores principais, Matrizes hermitinas, Negatividade, Estados puros.

Resumo

Quando se estuda entrelaçamento de estados quânticos, há uma preocupação em fornecer critérios para saber se um dado estado quântico é ou não entrelaçado, bem como quantificar esse entrelaçamento. Diante disso, serão propostas, neste trabalho, duas expressões algébricas para a negatividade de um estado puro de n qubits. As duas serão utilizadas no cálculo da negatividade desse estado, sendo que uma delas está relacionada com a soma dos menores principais de ordem 3 da transposta parcial da matriz densidade do tal estado, e a outra, depende das amplitudes do referido estado. Com essas expressões é possível calcular, , com , obtendo-se uma generalização do cálculo da negatividade para estados de dois qubits A e B, , com .

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Luzeilton de Oliveira, Faculdade de Educação Ciências e Letras do Sertão Central - FECLESC Universidade Estadual do Ceará - UECE

Professor do Curso de Licenciatura em Matemática da Faculdade de Educação Ciências e Letras do Sertão Central - FECLESC, unidade da UECE, no município de Quixadá - CE.

Downloads

Publicado

2018-03-01

Como Citar

de Oliveira, J. L. (2018). Menores Principais de Matrizes Hermitianas: a negatividade para estados puros de n qubits. Revista Thema, 15(1), 63–78. https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.63-78.572

Edição

Seção

Engenharias