Praticando botânica

estratégias pedagógicas no ensino de briófitas

Autores

  • Taiane Custódio Soares Instituto Federal Sul-rio-grandense Câmpus Visconde da Graça http://orcid.org/0000-0002-4333-0291
  • Fabricia Holz Dias Instituto Federal Sul-rio-grandense Câmpus Visconde da Graça
  • Lilian Barbosa Gonçalves Instituto Federal Sul-rio-grandense Câmpus Visconde da Graça
  • Tângela Denise Perleberg Instituto Federal Sul-rio-grandense Câmpus Visconde da Graça
  • Doralice Lobato de Oliveira Fischer IFSul/ CaVG

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V21.2022.27-39.1938

Resumo

As lacunas no conhecimento da flora de uma região e a escassez de material pedagógico estão entre as dificuldades enfrentadas no Ensino da Botânica. Neste sentido, teve-se como objetivo selecionar e descrever espécies de musgos de fácil identificação para serem usadas em aulas práticas e propor estratégias pedagógicas para o ensino das Briófitas. O trabalho foi desenvolvido com alunos do Curso Técnico em Meio Ambiente do Câmpus Pelotas - Visconde da Graça (CaVG)/IFSul. Duas espécies de musgos consideradas de fácil identificação foram indicadas e descritas para serem utilizadas nas aulas práticas incluído propostas de três estratégias pedagógicas para o ensino de Briófitas: trilha no bosque do CaVG e entre as edificações; aula prática no laboratório de biologia e criação de um “musgário”. Estas proporcionaram aos alunos, contato com espécies nativas de briófitas e o ambiente onde se desenvolvem, além de facilitar o entendimento das estruturas desses vegetais. Neste sentido, conclui-se que estratégias pedagógicas, como saídas a campo e aulas práticas, utilizando espécies de plantas nativas, incrementam as aulas teóricas para o ensino do conteúdo de briófitas.

Palavras-chave: Antóceros; hepáticas; brioflora; espécies nativas; ecossistema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taiane Custódio Soares, Instituto Federal Sul-rio-grandense Câmpus Visconde da Graça

Tecnóloga em Gestão Ambiental, licenciada em Ciências Biológicas, especialista em Ciências e Tecnologias da Educação e mestranda em Ensino do Programa de Pós Graduação em Ciências e Tecnologias na educação do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense Campus Pelotas- Visconde da Graça. Atualmente é professora voluntária do curso Desafio Pré-Universitário Popular da Universidade Federal de Pelotas. E, bolsista de iniciação científica no projeto Diversidade e ecologia de briófitas do Campus Pelotas- Visconde da Graça do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense.

Fabricia Holz Dias, Instituto Federal Sul-rio-grandense Câmpus Visconde da Graça

Gestora ambiental. Especialista em Ciências na Educação. Atuamente discente no curso superior de lLicenciatura em Ciências Biologicas e bolsista de iniciação científica no projeto "Diversidade e ecologia de briófitas do Campus Pelotas- Visconde da Graça" Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense.

Lilian Barbosa Gonçalves, Instituto Federal Sul-rio-grandense Câmpus Visconde da Graça

Graduanda em Ciências Biológicas pelo Instituto Federal de Educação e Tecnologia Sul-Rio-Grandense campus Pelotas-Visconde da Graça. Atuou no projeto Diversidade e Ecologia de Briófitas do campus Pelotas Visconde da Graça.  Atualmente participa do Projeto Efeitos da exposição crônica ao micropoluente paracetamol sobre a biologia reprodutiva de G.tigrina:  Um estudo para iniciação científica e conscientização ambiental.

Tângela Denise Perleberg, Instituto Federal Sul-rio-grandense Câmpus Visconde da Graça

É licenciada e bacharel em Ciências Biológicas, mestre em Sistemas de Produção Agrícola Familiar e Doutora em Ciências na área de concentração Fitomelhoramento. Atualmente é professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense, atuando no Campus Pelotas - Visconde da Graça. Tem experiência na área de Recursos Genéticos e Botânica, com ênfase em Biologia Reprodutiva, Taxonomia Vegetal e Ensino de Botânica.

Doralice Lobato de Oliveira Fischer , IFSul/ CaVG

Engenheira agrônoma, doutora em Ciências, professora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense/IFSul, Campus Pelotas Visconde da Graça-CaVG. Experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitotecnia.

Downloads

Publicado

2022-03-31

Como Citar

CUSTÓDIO SOARES, T.; HOLZ DIAS, F.; BARBOSA GONÇALVES, L.; PERLEBERG, T. D.; LOBATO DE OLIVEIRA FISCHER , D. Praticando botânica: estratégias pedagógicas no ensino de briófitas. Revista Thema, Pelotas, v. 21, n. 1, p. 27–39, 2022. DOI: 10.15536/thema.V21.2022.27-39.1938. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/1938. Acesso em: 20 abr. 2024.

Edição

Seção

Ciências Humanas