O amanhã da Educação Ambiental

a relação Humanidade-Natureza no contexto pós-COVID-19

Autores

  • Vilmar Alves Pereira CNPq e Arutema Associacao Rio Grandina de Umbanda e Terreiros de Matriz Africana. http://orcid.org/0000-0003-2548-5086
  • Marcel Jardim Amaral Universidade Federal do Rio Grande.

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V20.Especial.2021.272-286.1853

Palavras-chave:

Educação, Ambiental, Pós Covid-19, Humano, Natureza.

Resumo

Este ensaio se situa no campo dos Fundamentos da Educação Ambiental (EA) e tem por objetivo refletir sobre possibilidades e alternativas para o futuro da EA no mundo pós-COVID-19. Realiza esse movimento tomando por referência possíveis mudanças na relação humanidade-natureza. A partir de uma abordagem da hermenêutica filosófica, procura num primeiro momento situar algumas questões centrais da crise socioecológica que vivenciamos desde o mundo pré-COVID-19, num segundo, demonstrando que a COVID-19 agrava ainda mais esse quadro, procura apontar possibilidades pelo horizonte da EA de superação da perspectiva antropocêntrica bem como da necessidade de mudança nas relações de domínio da natureza. Uma das conclusões do estudo é que a COVID-19 cria exigências e de certa forma acelera a necessidade de adoção de novas posturas socioambientais que podem ser decisivas para o futuro da vida no planeta.

Palavras-chave: Educação; ambiental; pós-COVID-19; Humanidade-Natureza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vilmar Alves Pereira, CNPq e Arutema Associacao Rio Grandina de Umbanda e Terreiros de Matriz Africana.

Filósofo. Mestre e Doutor em Educação. Educador Ambiental e Popular. Pesquisador no campo dos Fundamentos da Educação Ambiental. Integrante da Rede Sul Brasileira de Educação Ambiental- REASUL, a Rede Brasileira de Educação Ambiental – REBEA, O Observatório da Educação Ambiental –OBSERVARE e a Rede Lusófona de Educação Ambiental – REDELUSO. Atualmente é Bolsista de Produtividade do CNPq- Nível 2 em Educação e Coordenador do Conselho de Educação ARUTEMA-  Associacao Rio Grandina de Umbanda e Terreiros de Matriz Africana.

Marcel Jardim Amaral, Universidade Federal do Rio Grande.

MARCEL JARDIM AMARAL é bacharel em Serviço Social (ANHANGUERA, 2014), tecnólogo em Gestão em RH (UNOPAR, 2015), mestre em Educação (FURG, 2019), doutorando em Educação Ambiental (FURG, 2023)

Downloads

Publicado

2021-09-01

Como Citar

Pereira, V. A., & Amaral, M. J. (2021). O amanhã da Educação Ambiental: a relação Humanidade-Natureza no contexto pós-COVID-19. Revista Thema, 20, 272–286. https://doi.org/10.15536/thema.V20.Especial.2021.272-286.1853

Edição

Seção

Ciências Humanas