Diferentes cores de armadilhas adesivas na cultura da alface hidropônica

Autores

  • Regina da Silva Borba Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Campus Bento Gonçalves (IFRS-BG)
  • Cristina Gaertner

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.11.2014.4-11.175

Palavras-chave:

insetos-praga, Liriomyza trifolii, Thrips tabaci, Lactuca sativa

Resumo

O trabalho teve como objetivo avaliar qual a cor mais atrativa para os insetos-praga mosca-minadora (Liriomyza trifolii) e tripes (Thrips tabaci). O experimento foi desenvolvido na empresa BioPlanta Hidroponia situada em Ivoti/RS, no período de 07/02/2012 a 03/04/2012, na cultura da alface, variedade Mouse, cultivada em ambiente protegido. Foram confeccionadas em cartelas plásticas de 10 x 15 cm, armadilhas nas cores amarela, branco, azul e verde, tendo sua superfície coberta por cola entomológica. Foram dispostas 12 repetições aleatórias de cada cor, sendo que cada mesa de cultivo hidropônico recebeu quatro cartelas de cores distintas. Foi feita a contagem dos insetos coletados semanalmente durante 9 semanas e os dados analisados pelo Programa Winstat 2.0 e as médias comparadas pelo Teste de Duncan, em nível de 5% de probabilidade de erro. As armadilhas de coloração amarela se mostraram mais atrativas para L. trifolii, enquanto a coloração azul se mostrou mais atrativa para T. tabaci.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-07-09

Como Citar

Borba, R. da S., & Gaertner, C. (2014). Diferentes cores de armadilhas adesivas na cultura da alface hidropônica. Revista Thema, 11(1), 4–11. https://doi.org/10.15536/thema.11.2014.4-11.175

Edição

Seção

Ciências Agrárias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)