Insetos como bioindicador de qualidade ambiental em ambientes aquáticos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.356-366.1737

Resumo

Estratégias de monitoramento da qualidade ambiental dos mais diversos ecossistemas vêm sendo desenvolvidos, principalmente para os ambientes aquáticos, espaços severamente atingidos pelas ações antrópicas. Dentre as técnicas desenvolvidas, destaca-se o uso de espécies bioindicadoras, organismos que apresentam sensibilidade a mudanças no meio e respondem a esses estímulos antropogênicos. Nesse sentido, o presente estudo objetivou analisar na literatura científica os avanços no uso desses organismos, com ênfase para a classe Insecta e sua aplicabilidade de utilização para o monitoramento da saúde ecológica de ecossistemas aquáticos. As principais ordens de insetos reportadas para utilização em bioindicação da qualidade ambiental de corpos hídricos são Diptera e Odonata. Chironomidae (Diptera) é frequentemente aplicada em estudos de contaminação de metais pesados, sendo analisado o desenvolvimento de suas larvas para fins de bioindicação, as quais se desenvolvem em contato com o sedimento, importante compartimento de acumulação de contaminantes no corpo aquático. Insetos da ordem Odonata podem ser utilizados na fase larval ou adulta para bioindicação cujas famílias podem responder às mudanças no meio, sendo algumas mais sensíveis que outras a mudanças ambientais. A utilização desses organismos pode representar uma estratégia eficiente no monitoramento desses ambientes, facilitando a interpretação dos efeitos dos impactos antrópicos sobre esses ecossistemas e em suas relações ecológicas.

Palavras-chave: Recursos hídricos; monitoramento ambiental; Odonata; Diptera.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Paulo de Oliveira Santos, Universidade Federal da Paraíba/Doutorando em Agronomia

Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal da Paraíba (2017). Mestre em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2019). Atualmente doutorando em Agronomia na Universidade Federal da Paraíba , atuando na linha de Ecologia. 

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1399888363177878

Gleidyane Novais Lopes

Professora Visitante do Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Kennedy Santos Gonzaga

Doutorando em Agronomia (PPGAgro-UFPB)

Khyson Gomes Abreu

Mestrando em Agronomia (PPGAgro-UFPB)

Luiz Eduardo Souza Muniz

Mestrando em Agronomia (PPGAgro-UFPB)

Paulo Henrique de Almeida Cartaxo

Graduado em Agronomia; Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Downloads

Publicado

2021-07-29

Como Citar

de Oliveira Santos, J. P., Novais Lopes, G., Santos Gonzaga, K., Gomes Abreu, K., Souza Muniz, L. E., & de Almeida Cartaxo, P. H. (2021). Insetos como bioindicador de qualidade ambiental em ambientes aquáticos. Revista Thema, 19(2), 356-366. https://doi.org/10.15536/thema.V19.2021.356-366.1737

Edição

Seção

Ciências Exatas e da Terra