Ocorrência de Ulva spp., Polysiphonia sp., e Microcystis aeruginosa nas praias do Saco do Laranjal, Pelotas, RS

Autores

  • Vanessa Correa da Rosa FURG
  • Marinês Garcia UFPel

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.10.2013.122-137.127

Palavras-chave:

Cianobactéria, Enteromorpha, estuário, florações, macroalgas

Resumo

O trabalho relata a ocorrência de algas indicadoras de processos de eutrofização no Saco do Laranjal (Lagoa dos Patos) no período compreendido entre 2005 e 2012. A ocorrência de grandes quantidades da alga macroscópica verde Ulva L. (Chlorophyta), formando marés verde, foram registradas nos verão de 2008, 2009 e 2012. A cianofícea potencialmente tóxica, Microcystis aeruginosa (Kütz.) Kütz. foi observada em quase todos os anos, nos meses de verão e, em floração massiva, no verão de 2010. São fornecidas ilustrações dos eventos de crescimento massivos observados. Os resultados sugerem que o Saco do Laranjal provavelmente apresenta-se em processo de eutrofização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Correa da Rosa, FURG

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Biologia de Ambientes Aquáticos Continentais da Universidade Federal de Rio Grande. Av. Itália, Km 8, Campus Carreiros, Caixa Postal 474, CEP 96203-900

Marinês Garcia, UFPel

Docente da Universidade Federal de Pelotas

Downloads

Publicado

2013-10-11

Como Citar

da Rosa, V. C., & Garcia, M. (2013). Ocorrência de Ulva spp., Polysiphonia sp., e Microcystis aeruginosa nas praias do Saco do Laranjal, Pelotas, RS. Revista Thema, 10(1), 122–137. https://doi.org/10.15536/thema.10.2013.122-137.127

Edição

Seção

Ciências Biológicas