A ciência pelas lentes dos smartphones: o potencial do aplicativo QR CODE no ensino de Química

Autores

  • Thiago Vinicius Ferreira Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) - Foz do Iguaçu - PR http://orcid.org/0000-0002-3529-8607
  • Jéssika de Sousa Ribeiro Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) - Petrolina - PE
  • Maria das Graças Cleophas Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) - Foz do Iguaçu - PR http://orcid.org/0000-0002-5611-2437

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.1217-1233.1006

Palavras-chave:

Smartphones, realidade aumentada, QR Code, dispositivos móveis, ensino de Química.

Resumo

Este artigo traz discussões e aplicações do uso dos smartphones para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem da Química. No contexto desta pesquisa, investigamos quais os benefícios e competências que são inerentes às atividades mediadas pelo uso dos dispositivos móveis, tendo como aporte a usabilidade dos QR codes e da realidade aumentada. Para coleta de dados, utilizaram-se questionário semiestruturado criptografado em linguagem QR code e capturas de imagens fotográficas da interação entre os sujeitos com o uso dos dispositivos móveis. O conjunto de dados recolhidos foi analisado com o auxílio do software NVivo11. Os resultados demonstraram que a atividade utilizando os dispositivos móveis como ferramenta de mediação pedagógica no ensino de Química contribuiu para que os alunos ampliassem formas de ler o mundo cientificamente por meio das lentes dos dispositivos móveis, proporcionou maior autonomia, demonstrou que a aprendizagem pode ser centrada no aluno, e favoreceu habilidades frente aos múltiplos letramentos necessários para o contexto educacional da atualidade, entre outros benefícios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Vinicius Ferreira, Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) - Foz do Iguaçu - PR

Possui licenciatura em Ciências da Natureza - Biologia, Física e Química, pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) e especialização em Educação de Jovens e Adultos. Atualmente é professor na educação básica do Estado do Paraná, atuando nas disciplinas de Química, Física e Ciências. Desenvolveu atividades como bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), administrado pela (CAPES), em dois projetos durante os anos de 2012-2013 e 2014-2016. Tem experiência na área de educação, com ênfase em Ensino de Química, atuando principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no ensino de Química; Mobile Learning no ensino das Ciências e tecnologias de realidade virtual e aumentada (augmented reality - AR e virtual reality - VR) aplicadas ao ensino de Química.

Jéssika de Sousa Ribeiro, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) - Petrolina - PE

Licenciada em Biologia pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e Ciências da Natureza pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). Foi bolsista do Programa de Iniciação a Docência - PIBID.

Maria das Graças Cleophas, Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) - Foz do Iguaçu - PR

Licenciada em Química e mestre em Físico-química pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Doutora em Ensino das Ciências, com ênfase no ensino de Química, pela UFRPE. Foi coordenadora do Programa de Iniciação à Docência - PIBID e contribuiu administrativamente atuando como vice coordenadora do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza na Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). Atualmente é Professora Adjunta (Nível 2) da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), Coordenadora do Curso de Química - Licenciatura e faz parte do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática (PPGECM) da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Possui experiência com o ensino de Química, atuando principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: Construção de diferentes estratégias e materiais lúdico-didáticos voltados para formação de professores de Ciências; Metodologias ativas no processo de ensino e aprendizagem das ciências naturais; Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no ensino de Ciências; Uso de m-learning como estratégia de ensino da Química; Formação de Professores de Ciências e Estratégias Metacognitivas. É Membro da Rede Latino-Americana de Pesquisa em Educação Química (ReLAPEQ), editora da Revista Educação Química en Punto de Vista (EQPV) e Revista Eletrônica Ludus Scientiae (RELuS). É coordenadora regional da Olimpíada Paranaense de Química (OPRQ).

Downloads

Publicado

2018-10-03

Como Citar

Ferreira, T. V., Ribeiro, J. de S., & Cleophas, M. das G. (2018). A ciência pelas lentes dos smartphones: o potencial do aplicativo QR CODE no ensino de Química. Revista Thema, 15(4), 1217-1233. https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.1217-1233.1006

Edição

Seção

Ciências Exatas e da Terra