Requisitos para o design de um artefato digital de suporte à gestão de resgate e adoção de animais

Autores

  • Priscila Cristiane Bandeira de Melo Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Bruno Santana da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte http://orcid.org/0000-0002-7689-8000

DOI:

https://doi.org/10.15536/2594-4398.2021.v5.n7.pp.829-848.2372

Palavras-chave:

grupo focal, informações, atividades, fluxograma

Resumo

Este trabalho relata um estudo de caso que investigou em profundidade atividades e informações envolvidas no processo de resgate e adoção de animais. Fluxogramas e dicionário de dados foram elaborados, discutidos e revisados em grupos focais com participantes de um projeto de extensão universitária. Como resultado, foram identificados 41 requisitos funcionais para orientar o design de um artefato digital de apoio à gestão do resgate e adoção de animais. Destes, 21 requisitos foram priorizados para a primeira versão do artefato digital, também chamada de mínimo produto viável. Os resultados deste trabalho servem como importante subsídio para a concepção futura do processo de interação e interface de um artefato que permita ao usuário usufruir dos benefícios das tecnologias digitais com uma boa experiência de uso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Santana da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutor em Informática pela PUC-Rio

Referências

BARBOSA, S.D.J.; SILVA, B.S. Interação Humano-Computador. Série SBC- Campus. Elsevier, 2010.

BONSIEPE, Gui. Do material ao digital. Editora Blucher, 2015.

BRASIL. Presidência da República. Decreto-Lei Nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del2848compilado.htm Acesso em: 24 ago. 2020.

BRAUN, J.R.R.; GOMEZ, L.S.R. O Design Gráfico e a Gestão de Marcas de ONGs Ambientalistas: resultados preliminares. e-Revista LOGO, v. 1, n. 1, p. 76-81, 2010.

CLUBE DOS VIRA-LATAS. Clube dos Vira-Latas, 2021. Disponível em: <http://www.clubedosviralatas.org.br>. Acesso em: 5 fev. 2021.

CORRÊA, B.A.; SANCHES, E.C.P. Uma pata de cada vez: website de apoio a instituições filantrópicas de cuidado animal. Trabalho de Conclusão de Curso de Design. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 2015.

COURAGE, C.; BAXTER, K. Understanding your users: a practical guide to user requirements, methods, tools, and techniques. San Francisco, CA: Morgan Kaufmann Publishers, 2005.

CUNHA, B.C. Gestão da Identidade Visual para ONGs. Trabalho de Conclusão de Curso de Programação Visual. Universidade de Brasília. 2016.

FUKS, H.; PIMENTEL, M. Sistemas Colaborativos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

GARRET, J. J. The elements of user experience. Berkeley, CA: New Riders, 2011.

INSTITUTO LUISA MELL. Instituto Luisa Mell de Assistência aos Animais e Meio Ambiente, 2020. Disponível em: <http://ilm.org.br>. Acesso em: 5 fev. 2021.

INSTITUTO PET BRASIL. País tem 3,9 milhões de animais em condição de vulnerabilidade. 2019. Disponível em: http://institutopetbrasil.com/imprensa/pais-tem-39-milhoes-de-animais-em-condicao-de-vulnerabilidade Acesso em: 25 jan. 2021.

JAGHER, D.; GONÇALVES, M.V.; BUENO, J. Lambeijos: sistema de busca e adoção de animais. Anais do 9º Congresso Internacional de Design da Informação (CIDI). p. 2695-2703. 2019.

JOFFILY, D.; DE SOUZA, L. M.; GONÇALVES, S. M.; PINTO, J. V.; BARCELLOS, M. C. B.; ALONSO, L. DA S. Medidas para o controle de animais errantes desenvolvidas pelo grupo PET Medicina Veterinária da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Revista Em Extensão, v. 12, n. 1, 19 jul. 2013.

LAWSON, B.R. How Designers Think: The Design Process Demystified, Fourth Edition. Elsevier, 2006.

MARQUES, B.F.C. Animalia: Proposta de aplicação web voltada para defesa e amparo de animais domésticos. Trabalho de Conclusão de Curso de Comunicação Visual Design. Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2018.

MENDES, G.C.; PEIXOTO, J.A.F.; PASSOS, M.G. Design de interface de web app colaborativo para assistência a animais necessitados. Trabalho de Conclusão de Curso de Design Gráfico. Universidade Federal de Goiás. 2016.

MORAES, A.; MONT’ALVÃO, C. Ergonomia: conceitos e aplicações. 4. ed. Rio de Janeiro: 2AB, 2009.

NUNES, P.S. Website para ONG AMAHTEB: Animais abandonados. Trabalho de Conclusão de Curso de Design Gráfico. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 2014.

PONZI, J.C. Design gráfico de websites de ONGs de proteção aos animais domésticos. Revista Imagem, v. 5, n. 1, p. 82-102, 2015.

SANTOS, P. Algumas questões relativas ao encaminhamento de cães e gatos para adoção. Revista de Antropologia da UFSCAR, v. 7, n. 1, p. 230-247, 2015.

SCHÖN, D.A. The Reflective Practitioner. New York: Basic Books, 1983.

SILVA FILHO, G.L.F. Desenvolvimento de Aplicativo Para Adoção de Animais Abandonados Utilizando a Linguagem de Programação Kotlin e Programação Reativa. Trabalho de Conclusão de Curso de Engenharia da Computação. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 2017.

SILVA, B. S. O uso de Casos na Reflexão em Ação em atividades de Design de IHC. 2010. Tese de Doutorado. Departamento de Informática. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Brasil, 2010.

SILVA, D.O.; FRANÇA JUNIOR, J.L.O.P.; TAVARES, R.S. Solução de design digital para o problema dos animais abandonados. Revista Sistemas e Mídias Digitais. v. 4, n. 2, p. 1-18, 2019.

SILVA, R.L.P. Pet Adoto: Projeto de Interface de Aplicativo para Adoção de Animais. Trabalho Final de Curso de Comunicação Visual Design. Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2016.

WIEGERS, K.; BEATTY, J., Software Requirements, 3rd Edition, Microsoft Press, 2013.

WORLD ANIMAL PROTECTION. Na Paraíba, Proteção Animal Mundial discute soluções para o abandono de cães e gatos. 2019. Disponível em: <https://www.worldanimalprotection.org.br/ not%C3%ADcia/na-paraiba-protecao-animal-mundial-discute-solucoes-para-o-abandono-de-caes-e-gatos> Acesso em: 25 jan. 2021.

Publicado

2021-12-31

Como Citar

MELO, P. C. B. de; SILVA, B. S. da. Requisitos para o design de um artefato digital de suporte à gestão de resgate e adoção de animais. Revista Poliedro, Pelotas, Brasil, v. 5, n. 7, p. 829–848, 2021. DOI: 10.15536/2594-4398.2021.v5.n7.pp.829-848.2372. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/poliedro/article/view/2372. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos