Aprendizagens em movimento: Um experimento de estímulo ao Pensamento Computacional de docentes com M-Learning e U-Learning

Autores

  • Guaraci Vargas Greff INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Campus Porto Alegre
  • André Peres INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Campus Porto Alegre
  • Silvia de Castro Bertagnolli INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Campus Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.312-322.536

Palavras-chave:

Aprendizagem móvel e ubíqua, Internet das coisas, Pensamento computacional

Resumo

Este artigo relata a experiência de prática pedagógica de pensamento computacional em sala de aula. Faz uso das aprendizagens móvel e ubíqua  na prática do Pensamento Computacional na construção de aplicativo para dispositivo móvel ou portátil através da ferramenta denominada App Inventor disponível no site do Instituto de Tecnologia de Massassuchets. A base teórica usada é as metodologias de inquérito incluindo: aprendizagem por descoberta, inquérito indutivo, instrução ancorada, estudo de caso e Aprendizagem Baseada em Problemas ou Projetos (ABP). Esta é uma pesquisa qualitativa de estudo de caso colaborativo que analisa e aplica a proposta de curso disponível no site, realiza análise do perfil dos entrevistados e apresenta opiniões sobre a atividade. Como resultados surgem aspectos relevantes do perfil docente para aprendizagem móvel e ubíqua, assim como orientações para a prática docente do Pensamento Computacional com as aprendizagens móvel e ubíqua em sala de aula, além da aceitação dos estudantes e docentes no uso de dispositivos móveis para aprendizagem de lógica de programação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guaraci Vargas Greff, INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Campus Porto Alegre

Tecnólogo em Processamento de Dados graduado pela Universidade Luterana do Brasil, especialista em Sistemas de Informação e Telemática pós-graduado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pós-graduado em Gestão e Tutoria em Educação a Distância pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci, aluno da pós-graduação em Educação Básica e Profissional do Instituto Federal do Rio Grande do Sul campus Osório com previsão de término em 2017/2, é aluno regular do Mestrado Profissional em Informática na Educação do Instituto Federal do Rio Grande do Sul campus Porto Alegre com previsão de conclusão em 2018/2. Atualmente é professor do Curso Técnico em Informática do Instituto Estadual Riachuelo e desenvolvedor de software - GUARACI VARGAS GREFF - MEI em Capão da Canoa/RS. Tem experiência na área de Ciência da Computação com ênfase em desenvolvimento e engenharia de sistemas de bancos de dados, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino técnico e automação empresarial.

André Peres, INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Campus Porto Alegre

Possui graduação em Bacharelado Em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1996), mestrado em Pós Graduação Em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000) e doutorado em Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009). Atualmente é professor EBTT do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Redes de Computadores e Segurança de Sistemas, atuando principalmente nos seguintes temas: redes sem fio, segurança computacional, redes de computadores e internet das coisas.

Silvia de Castro Bertagnolli, INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Campus Porto Alegre

Possui graduação em Informática Bacharelado pela Universidade Federal de Santa Maria (1997), mestrado em Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000) e doutorado em Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004). Atualmente, é professora do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), no campus Porto Alegre. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Engenharia de Software, atuando principalmente nos seguintes temas: orientação a objetos, linguagem de programação java, UML, componentes de software e reflexão computacional. Nos últimos anos, atua também na área de Educação a Distância desenvolvendo projetos de pesquisa com objetos de aprendizagem e em projetos de pesquisa com Robótica Educacional usando a plataforma Arduino.

Downloads

Publicado

2018-03-01

Como Citar

Greff, G. V., Peres, A., & Bertagnolli, S. de C. (2018). Aprendizagens em movimento: Um experimento de estímulo ao Pensamento Computacional de docentes com M-Learning e U-Learning. Revista Thema, 15(1), 312-322. https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.312-322.536

Edição

Seção

Relatos