Aprendizagens em movimento: Um experimento de estímulo ao Pensamento Computacional de docentes com M-Learning e U-Learning

Guaraci Vargas Greff, André Peres, Silvia de Castro Bertagnolli

Resumo


Este artigo relata a experiência de prática pedagógica de pensamento computacional em sala de aula. Faz uso das aprendizagens móvel e ubíqua  na prática do Pensamento Computacional na construção de aplicativo para dispositivo móvel ou portátil através da ferramenta denominada App Inventor disponível no site do Instituto de Tecnologia de Massassuchets. A base teórica usada é as metodologias de inquérito incluindo: aprendizagem por descoberta, inquérito indutivo, instrução ancorada, estudo de caso e Aprendizagem Baseada em Problemas ou Projetos (ABP). Esta é uma pesquisa qualitativa de estudo de caso colaborativo que analisa e aplica a proposta de curso disponível no site, realiza análise do perfil dos entrevistados e apresenta opiniões sobre a atividade. Como resultados surgem aspectos relevantes do perfil docente para aprendizagem móvel e ubíqua, assim como orientações para a prática docente do Pensamento Computacional com as aprendizagens móvel e ubíqua em sala de aula, além da aceitação dos estudantes e docentes no uso de dispositivos móveis para aprendizagem de lógica de programação.

Palavras-chave


Aprendizagem móvel e ubíqua; Internet das coisas; Pensamento computacional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.15.2018.312-322.536

Revista Thema

__________________________

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul).
Pelotas/RS - Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref          

  Logotipo do Latindex