Conselho escolar: visão estratégica na gestão escolar para a melhoria do Ensino Médio

Josaphat Soares Neto, Raphael Alves Feitosa

Resumo


Os Conselhos Escolares surgiram  historicamente com a promulgação da Constituição de 1988, posteriormente, por meio da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9394/96, que estabeleceu as bases da gestão democrática como estímulo ao exercício da cidadania, permitindo desta maneira, a prática de uma gestão participativa, independente e autônoma, mas vinculado à escola. Este trabalho teve como objetivo refletir sobre a função e participação do Conselho Escolar na gestão democrática da escola, na melhoria da qualidade dos processos de ensino e de aprendizagem. Teve como lócus a Escola de Ensino Fundamental e Médio Matias Beck, situada no Bairro Vicente Pinzon, Fortaleza – Ceará. A necessidade de se pesquisar o assunto surgiu a partir da seguinte reflexão: Quais influências e impactos que o Conselho Escolar exerce na construção de uma gestão democrática e na melhoria dos processos de ensino e de aprendizagem do Ensino Médio na escola? Como metodologia utilizada neste trabalho, adotamos a pesquisa bibliográfica, relacionando as ideias de diversos autores e pesquisadores que abordam o assunto, intercruzando com a realidade da escola, com os desafios encontrados, perspectivas futuras, objetivos a serem alcançados. Consideramos que os Conselhos Escolares atuam como ferramentas para a participação democrática  


Palavras-chave


Gestão Escolar, Conselhos Escolares, Ensino Médio

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.15.2018.298-311.459

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref            

Logotipo do Latindex